CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Com redação final
Sessão: 029.4.54.O Hora: 17h58 Fase: GE
  Data: 25/02/2014

Sumário

Regozijo com sessão solene do Congresso Nacional destinada à celebração dos 20 anos de implantação do Plano Real. Sugestão de edição e distribuição dos apontamentos da sessão solene às universidades e escolas, para conhecimento pela juventude brasileira dos benefícios do Plano Real para a conquista da estabilidade econômica no País. Rejeição tenaz pelo PT, à época, ao Plano Real e à Lei de Responsabilidade Fiscal.



O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Concedo a palavra ao ilustre Deputado Izalci, anteriormente chamado. V.Exa. tem 3 minutos.
O SR. IZALCI (PSDB-DF. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Parlamentares, eu não poderia deixar de parabenizar o nosso Senador Aécio Neves, o nosso colega Deputado Luiz Carlos Hauly e também o Deputado Mendes Thame pela iniciativa da sessão solene, hoje, no Senado Federal, em comemoração aos 20 anos do Plano Real.
Sr. Presidente, nós ouvimos inclusive o depoimento do nosso ex-Presidente Fernando Henrique Cardoso. Poderemos mandar editar essa sessão solene para distribuir seu registro às universidades e escolas, para que os alunos possam conhecer a verdadeira história do Brasil, o Brasil antes do Plano Real e o Brasil depois do Plano Real. Esse, sim, foi o maior instrumento de inclusão social deste País!
O Plano Real foi aprovado com muita dificuldade nesta Casa, com total rejeição e oposição do Partido dos Trabalhadores, que não aceitou e não contribuiu para a estabilidade econômica deste País. Mas é graças ao Plano Real que hoje nós temos todas as condições de fazer um planejamento — mas que ora, infelizmente, não fazem — para o nosso País, para os nossos Estados e para os nossos Municípios. Repito, é graças a essa estabilidade.
Os jovens que hoje têm 18 anos, 20 anos, 25 anos precisam conhecer essa história. Nós convivíamos com uma inflação de 2.780% em 1993. Nós chegamos a conhecer uma inflação de 80% em um só mês! E sabemos o que isso representava para o trabalhador brasileiro. A inflação era o verdadeiro monstro que realmente destruía o salário do trabalhador, que, no primeiro dia do mês, já corria para o supermercado para comprar o arroz, o feijão e a carne, para sobreviver, porque, muitas vezes, os preços eram remarcados diariamente.
Hoje, há muitos jovens que não conhecem e não sabem disso. Mas é muito importante que todos eles saibam como foi construir o projeto do Plano Real, que teve oposição radical aqui, e também a Lei de Responsabilidade Fiscal.


PLANO REAL, ANIVERSÁRIO, SESSÃO SOLENE, CONGRESSO NACIONAL, DEFESA, DIVULGAÇÃO, ESTABELECIMENTO DE ENSINO, PROGRESSO, ESTABILIDADE ECONÔMICA, RESULTADO, PLANO ECONÔMICO. PLANO REAL, LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL, POSIÇÃO, REJEIÇÃO, PT, CRÍTICA.
oculta