CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Com redação final
Sessão: 029.4.54.O Hora: 17h40 Fase: GE
  Data: 25/02/2014

Sumário

Indignação diante do patrocínio de bancos públicos a atividades do Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra - MST. Anúncio de ajuizamento de ação junto ao Ministério Público para investigação do caso. Comemorações pelo transcurso do 20º aniversário de implantação do Plano Real.




O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Concedo a palavra ao ilustre Deputado Nilson Leitão.
S.Exa. dispõe de 3 minutos.
O SR. NILSON LEITÃO (PSDB-MT. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, Srs. Deputados, Sras. Deputadas, o que me traz hoje a esta tribuna é o fato de poder mostrar a minha indignação. E eu acho que todoo Brasil também fica indignado quando vê, nas notícias do Brasil inteiro, essa organização praticamente privada, que deveria ser sem fins lucrativos e sem interesse emprejudicar a Nação, como o MST, criado dentro do Partido dos Trabalhadores. São mais de 15 mil pessoas no Brasil inteiro, bancadas e custeadas com dinheiro público da Caixa Econômica Federal, do BNDES e também da PETROBRAS — isso está sendo investigado —, para virem a Brasília fazer baderna, tentar pressionar e desmoralizar o Supremo Tribunal Federal, invadir os órgãos federais, tudo bancado pelo Governo.
Olhem a que ponto nós chegamos! Depois o PT não quer ouvir da Oposição que o de que eles mais gostam é da gritaria, da baderna, da bagunça. E, na crise, querem desmoralizar algo que foi julgado de forma democrática, dentro da legislação: a condenação de alguns ex-Deputados intitulados mensaleiros.
Eu quero dizer à sociedade brasileira e também aos nobres pares que esta Casa precisa tomar uma atitude em relação a isso. Nós, Deputados da Oposição, já estamos tomando atitude. Entraremos com ação no Ministério Públicopara que o BNDES, a Caixa Econômica Federal e também a PETROBRAS expliquem esse patrocínio, patrocínio de baderneiros. Esta não é função desses órgãos do Governo Federal, bem o contrário disso. Não é a eles imputada a obrigação de bancar esse tipo de marcha que vem para cá. Deveriam bancar, sim, a Marcha dos Prefeitos, deveriam resolver o problema dos Municípios, dos Estados, deveriam estar fixados na questão social e na função social para as quais foram criados; não a isso.
O Governo do PT está extrapolando, passando dos limites, fazendo do Palácio do Planalto um comitê político; fazendo dos funcionários públicos e dos órgãos cabos eleitorais e fazendo do dinheiro público dinheiro de campanha eleitoral.
É isso que o PT está fazendo à frente do Governo Federal. É uma vergonha que tem que ser demonstrada para o Brasil e tem que ser punida dentro da lei.
O que me resta dizer, com alegria, é que hoje nós comemoramos 20 anos do Plano Real. E o PSDB comemora isso sabendo que foi criado por ele, enquanto que o PT a única coisa que pode comemorar, e que pode ser genuína, é de fato o mensalão.


MOVIMENTO DOS TRABALHADORES RURAIS SEM TERRA, MST, PATROCÍNIO, INSTITUIÇÃO FEDERAL, PROTESTO, SOLICITAÇÃO, PROVIDÊNCIA, MINISTÉRIO PÚBLICO. PLANO REAL, ANIVERSÁRIO.
oculta