CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Sem redação final
Sessão: 007.2.55.O Hora: 14:40 Fase: PE
Orador: MISAEL VARELLA Data: 17/2/2016



O SR. PRESIDENTE (Delegado Edson Moreira) - Concedo a palavra ao próximo orador, Deputado Misael Varella.
O SR. MISAEL VARELLA (DEM-MG. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, é inegável a tradição e o poder que o agronegócio exerce sobre a balança comercial brasileira. Só em Minas Gerais, a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico divulgou que o café foi responsável por 20% das exportações mineiras no mês de janeiro. Mais uma vez, a força de nossos produtores demonstra que esse pode ser o caminho para superamos a crise econômica.
Sr. Presidente, solicito a V.Exa. que o meu discurso seja dado como lido e divulgado no programa A Voz do Brasil e nos meios de comunicação da Casa.
Muito obrigado, Sr. Presidente.
O SR. PRESIDENTE (Delegado Edson Moreira) - V.Exa. será atendido.

PRONUNCIAMENTO ENCAMINHADO PELO ORADOR

Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, é inegável a tradição e o poder que a agronegócio exerce sobre a balança comercial brasileira. Só em Minas Gerais, a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico divulgou que o café foi responsável por 20% das exportações mineiras no mês de janeiro. Mais uma vez, a força de nossos produtores demonstra que este pode ser o caminho para superamos a crise econômica.
Segundo o órgão, o café representou 20,2% das vendas externas mineiras, atrás apenas da exportação do minério de ferro, com 21,2%. Para se ter uma ideia da importância destes números, Minas Gerais, hoje, é responsável por 11,5% das exportações brasileiras.
O incentivo à agropecuária no nosso País não pode ser considerado um gasto. É investimento, que, aliado ao aperfeiçoamento, à extensão territorial e à tradição nacional de produtos como o café, milho e carne bovina, pode trazer dias melhores para a economia do País.
Tenho dito.