CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Com reda����o final
Sessão: 003.3.52.E Hora: 16:46 Fase: GE
Orador: TAKAYAMA, PMDB-PR Data: 21/01/2004




O SR. TAKAYAMA - Sr. Presidente, peço a palavra pela ordem.
O SR. PRESIDENTE (João Paulo Cunha) - Tem V.Exa. a palavra.
O SR. TAKAYAMA (PMDB-PR. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, ao chegar a esta Casa vi algumas pessoas tentando nos achincalhar por meio de faixas em que estavam apostos adjetivos extremamente maldosos em relação aos Deputados.
A Câmara dos Deputados, que vive este momento particular de democracia, haja vista a retirada dos vidros da galeria do plenário para que a população tenha mais contato com o Poder Legislativo, deve tomar algumas providências no sentidode evitar que tais atitudes ocorram.
Não sei a quem interessa a tentativa de denegrir a imagem desta Casa. Trata-se de desserviço. Sabemos que em todos os setores há pessoas boas e más. Se alguma parte da imprensa tem o desejo de denegrir a imagem do Legislativo, deve nos ser dado também o direito de resposta. O problema hoje não está no ruído dos maus, mas no silêncio dos bons.
Solicito à Presidência que tome alguma providência no sentido de resolver a questão, porque há muitas pessoas boas em todos os setores da sociedade.
O SR. PRESIDENTE (João Paulo Cunha) - A Presidência já determinou à Segurança que retire qualquer faixa ou cartaz que tenha mensagem ofensiva ao Parlamento ou aos Parlamentares. Especificamente aquela a que V.Exa. fez referência já foi retirada.
O SR. TAKAYAMA - Sr. Presidente, as pessoas agem dessa forma para criar notícia. Esta Casa deveria responder à altura cada crítica desairosa feita pela má imprensa, porque a boa sabe queestamos trabalhando, muitas vezes varando a madrugada. O recesso é só das atividades do plenário, porque estamos trabalhando nas bases. É impossível aceitar esse tipo de crítica.
Obrigado.