CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Com reda����o final
Sessão: 003.3.52.E Hora: 16:08 Fase: PE
Orador: SANDRO MABEL, PL-GO Data: 21/01/2004




O
SR. SANDRO MABEL (Bloco/PL-GO. Pronuncia o seguinte discurso.) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, todos nós sabemos o custo que uma convocação extraordinária traz ao País. Além do gasto público, há que se levar em conta o desgaste que isso representa para nós perante a sociedade. Cria-se a falsa impressão de que esse éum expediente esperto usado para ganhar um dinheiro extra.
No caso específico da atual convocação, fica ainda mais patente que as matérias a serem apreciadas não demandavam a urgência que justificasse a interrupção do recesso parlamentar. Porque, mais uma vez, é preciso lembrar, Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, que o recesso das atividades do Congresso Nacional não significam férias para o Parlamentar.
Porque temos mais tempo e disponibilidade diante da ausência de sessões na Casa, é o período em que, nós, Deputados, podemos percorrer os Municípios do nosso Estado, participar de debates e encontros políticos, enfim, ter contato mais direto com a população.
Se as matérias urgentes estivessem esperando por nossa deliberação, se o País estivesse parado, esperando uma decisão desta Casa, seríamos os primeiros a cerrar fileiras a favor da convocação. Mas não éesta a realidade. Trabalhamos muito no ano de 2003. O que faltou aprovar das reformas da Previdência e Tributária poderia perfeitamente ser deliberado dentro da tramitação normal, até os meses de abril ou maio, sem prejuízo para o calendário eleitoral.
Srs. Parlamentares, quantos compromissos não tivemos de cancelar para estar aqui em Brasília? E, como se isso não bastasse, tivemos ainda de receber a reação negativa da opinião pública por causa de uma medida com a qual não concordamos. Por isso, acreditamos que é fundamental acabar com esse expediente de uma convocação que deveria ocorrer somente em caso extraordinário, como o próprio nome diz, e que tem se tornado um hábito nesta Casa.
Muito obrigado.