• Carmen Zanotto (Cidadania-SC): “Estamos discutindo projetos e outras fontes de financiamento para que isso não seja apenas um texto, para que isso se torne realidade”.
  • Alan Rick (União-AC): “Valorizar os nossos profissionais de enfermagem, enfermeiros, auxiliares, técnicos, é fundamental. Essas equipes que estão diariamente cuidando dos nossos brasileiros”.
  • Celina Leão (PP-DF): “A bancada feminina registra o apoio integral à enfermagem. Votar o piso salarial da enfermagem é votar com as mulheres do Brasil”.
  • Renildo Calheiros (PCdoB-PE): “Não servem os argumentos de que em um ou outro lugar não se poderá pagar, porque esse argumento era usado quando a gente debatia o piso dos professores, e o Congresso encontrou o caminho”.
  • Darci de Matos (PSD-SC): “Este projeto vai fazer justiça a uma categoria tão importante para a saúde pública do País, pessoas que salvam vidas com dedicação”.
  • Tulio Gadelha (Rede-PE): “Precisamos da enfermagem nas ruas, nas redes e na luta pela valorização do SUS, da saúde pública do Brasil”.
  • Igor Timo (Podemos-MG): “É mais do que merecido que esta Casa faça um reconhecimento legítimo a esses profissionais, que foram tão importantes justamente na crise da pandemia”.
  • Idilvan Alencar (PDT-CE): “Na pandemia, os brasileiros foram às janelas, às portas, às sacadas aplaudir os profissionais da saúde. Hoje é o dia de os deputados aplaudirem também”.
  • Bira do Pindaré (PSB-MA): “Uma categoria absolutamente indispensável para o nosso desenvolvimento social, ficou comprovado mais do que nunca após o enfrentamento à pandemia”.
  • Valtenir Pereira (MDB-MT): “São profissionais extremamente relevantes, que têm feito uma diferença seja na medicina preventiva, seja na medicina curativa”.
  • Bohn Gass (PT-RS): “Os enfermeiros, as enfermeiras, as parteiras, os técnicos auxiliares são os que cuidam do povo. Eles são a alma do SUS”.
  • Gilson Marques (Novo-SC): “Nós somos contra qualquer tipo de piso salarial porque não é um político que vai definir o salário alheio. A solução não é adequada”.
  • Célio Studart (PV-CE): “A enfermagem merece respeito e dignidade. Todos estão aqui unidos em prol da enfermagem, que está do lado da saúde”.
  • Sâmia Bomfim (Psol-SP): “As enfermeiras, técnicos, auxiliares e parteiras de todo o Brasil constroem há décadas uma luta fundamental pela dignidade da categoria”.
  • Altineu Côrtes (PL-RJ): “Vamos continuar trabalhando [em defesa do projeto] para que nós possamos viabilizar a sanção do presidente Bolsonaro ao projeto”.
  • Silvio Costa Filho (Republicanos-PE): “Não tenho dúvidas de que hoje o Parlamento presta uma justa homenagem aos enfermeiros de todo o País, que doaram suas vidas pelo Brasil”.
  • Geovania de Sá (PSDB-CE): “Valorizamos a atuação nas unidades saúde, hospitais, e clínicas desses profissionais, que tem um único objetivo: salvar vidas”
  • Ruy Carneiro (PSC-PB): “Nós estamos dando o primeiro passo para as categorias da saúde, precisamos de um piso para todas as categorias da saúde”.
  • Zé Silva (Solidariedade-MG): “Este é um momento importante de valorizar aqueles que colocam as suas próprias vidas para salvar as nossas vidas”.
  • Pastor Sargento Isidório (Avante-BA): “Essa sessão faz justiça a esses profissionais, aqueles que recebem os pacientes. Sem os profissionais de enfermagem, não temos SUS”.
  • Fred Costa (Patriota-MG): “Hoje se faz parte da Justiça de um legado negativo de anos de falta de reconhecimento com a classe. Nossa vontade era votar um piso maior”.
  • Soraya Manato (PTB-ES): “Este projeto serviu para refletirmos sobre as desigualdades que sempre afetaram a enfermagem e se perpetuaram durante a pandemia”.