Consultores da Câmara analisam impactos de conflito na Ucrânia

A Rússia invadiu a Ucrânia em 24 de fevereiro de 2022, no desdobramento de um conflito armado iniciado em fevereiro de 2014. Em sua fase mais aguda, este ano, o conflito matou milhares de civis e desalojou pelo menos 10 milhões de pessoas. Seus impactos vão além do drama humanitário mais visível. Estudo da Consultoria Legislativa investiga as consequências do conflito e impactos para o Brasil nas mais diversas áreas.

IMPORTÂNCIA ESTRATÉGICA DA REGIÃO

maior produtor mundial de fertilizantes nitrogenados e potássicos: Rússia

23%

dos fertilizantes usados no Brasil vêm da Rússia

18%

das exportações mundiais de milho e 29% das exportações
de trigo no mundo vêm da Rússia e Ucrânia

14%

da oferta mundial de petróleo do mundo vem da Rússia

maior produtor de petróleo do mundo até o começo do conflito: Rússia

A guerra híbrida como estratégia

  • Forças militares regulares, especiais e irregulares, patrocínio de forças separatistas
  • Diplomacia
  • Guerra econômica
  • Ataques cibernéticos
  • Guerra de informação e propaganda, distorcendo a cobertura midiática
  • Uso de espionagem, organização de entidades e ações subversivas, desinformação, propaganda adversa, desmoralização da população civil

SANÇÕES INTERNACIONAIS

  • EUA suspenderam importação de petróleo, gás natural e carvão da Rússia
  • União Europeia se comprometeu a reduzir dependência da Rússia em petróleo, carvão e gás
  • Bancos russos e bielorrussos foram excluídos da rede SWIFT de pagamentos criando dificuldades no pagamento de bens e serviços em exportações e importações
  • Rússia definiu que “países hostis” deverão pagar em rublos pelo gás. Em retaliação a não cumprimento, suspendeu o fornecimento de gás à Polônia e Bulgária

CONSEQUÊNCIAS DA GUERRA NO BRASIL E NO MUNDO

+140,4%

no preço global de adubos e fertilizantes desde início da guerra

Pode gerar doses baixas
de adubos nas lavouras

Menos produtividade

23%

dos insumos consumidos no Brasil vêm da Rússia, nosso
maior fornecedor. O Brasil é o consumidor mundial de fertilizantes

R$ 3,5 bilhões

é o valor importado de fertilizantes por ano vindos da Rússia

+122,5%

é o crescimento da importação
de fertilizantes russos pelo Brasil de 03/2021 a 03/2022

Em toneladas, importação
caiu 7,4% no mesmo período. Aumento no valor importado se explica pela alta no preço internacional do produto.

Ouça entrevista com o consultor Eduardo Maia sobre este tema

70%

foi o aumento médio no preço de petróleo no mercado externo desde o início do conflito

ABASTECIMENTO

Brasil não compra petróleo da Rússia, logo não há prejuízo para o abastecimento

PODE HAVER

reajustes “preventivos” de bens e serviços e postergação de investimentos por medo de redução da demanda

Aumento do preço do petróleo

Aumento de custo de insumos e frete

Aumento da inflação

Aumento da taxa de juros

Ouça entrevista com o consultor Beto Veiga sobre este tema

De 3,6% para 2,6%

(UNCTAD) é a queda na projeção de crescimento mundial em 2022

12,6%

é a alta no Índice de preços global de alimentos da FAO de março a fevereiro deste ano, em decorrência de aumentos em grãos e óleos vegetais

Exclusão dos bancos russos do sistema SWIFT dificultam
transações com o país

Brasil pode ter sido beneficiado
transitoriamente por capital estrangeiro realocado em outros mercados emergentes

Taxa de câmbio e bolsa

DESGLOBALIZAÇÃO

Comércio exterior no PIB mundial

Regionalização das cadeias produtivas

Custos

Eficiência

é o lugar da Rússia no ranking dos países dos quais o Brasil mais
importou produtos de janeiro a março de 2022

36º

é o lugar da Rússia no ranking dos principais destinos das exportações brasileiras nos três primeiros meses de 2022

4,2%

é a alta de exportações para a Rússia de janeiro a março deste ano comparado com o mesmo período do ano passado

107,4%

é a alta de importações da Rússia nos três primeiros meses do ano, comparado com igual período de 2021

5.264

é o número de vítimas civis nos dois primeiros meses do conflito 2.345 mortos + 2.919 feridos

5 milhões

é o número de de refugiados segundo a ONU. Outros 5 milhões são deslocados internos – pessoas que deixaram suas casas, embora não tenham saído do país.

50%

dos refugiados ucranianos são crianças – quase todos os demais são mulheres e idosos

1.100

é o número de ucranianos que entraram no território brasileiro nos dois primeiros meses de guerra

74 receberam visto de acolhida humanitária

27 tiveram autorização de residência

distingue combatentes e civis e proíbe ataques a casas, escolas, empresas, igrejas, hospitais e monumentos

A resposta diplomática brasileira

A FAVOR

Em 2 de março de 2022,
o Brasil apoiou a resolução “agressão contra a Ucrânia”,
adotada pela Assembleia Geral da ONU.

A FAVOR

Em 24 de março do mesmo ano, o Brasil apoiou a resolução sobre os impactos humanitários do conflito, de 24 de março do mesmo ano.

ABSTENÇÃO

Na Assembleia Geral das Nações Unidas, o Brasil se absteve durante a votação de resolução que suspendeu a participação da Rússia no Conselho de Direitos Humanos da ONU, por entender que a medida implicará polarização e politização das discussões do Conselho.

A FAVOR

Em votação já dentro do próprio Conselho de Direitos Humanos da ONU, o Brasil votou a favor da criação de uma Comissão de Inquérito para investigação de eventuais violações cometidas em território ucraniano.

O ÚNICO

Dentre os cinco países do BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), só o Brasil votou a favor da condenação da Rússia na Assembleia Geral da ONU. China, Índia e África do Sul se
abstiveram

Ouça entrevista com o consultor Tarcísio Dal Maso sobre este tema

Consultores da Câmara analisam impactos de conflito na Ucrânia

A Rússia invadiu a Ucrânia em 24 de fevereiro de 2022, no desdobramento de um conflito armado iniciado em fevereiro de 2014. Em sua fase mais aguda, este ano, o conflito matou milhares de civis e desalojou pelo menos 10 milhões de pessoas. Seus impactos vão além do drama humanitário mais visível. Estudo da Consultoria Legislativa investiga as consequências do conflito e impactos para o Brasil nas mais diversas áreas.

Conheça o estudo “A guerra russo-ucraniana e seus impactos para o Brasil”, compilado pelo consultor João Victor Scherrer Bumbieris, que reúne contribuições de sete consultores ao Fórum sobre o conflito na Ucrânia realizado pela Consultoria Legislativa

IMPORTÂNCIA ESTRATÉGICA DA REGIÃO

maior produtor mundial de fertilizantes nitrogenados e potássicos: Rússia

23%

dos fertilizantes usados no Brasil vêm da Rússia

18%

das exportações mundiais de milho e 29% das exportações de trigo no mundo vêm da Rússia e Ucrânia

14%

da oferta mundial de petróleo do mundo vem da Rússia

maior produtor de petróleo do mundo até o começo do conflito: Rússia

A guerra híbrida como estratégia

  • Forças militares regulares, especiais e irregulares, patrocínio de forças separatistas
  • Diplomacia
  • Guerra econômica
  • Ataques cibernéticos
  • Guerra de informação e propaganda, distorcendo a cobertura midiática
  • Uso de espionagem, organização de entidades e ações subversivas, desinformação, propaganda adversa, desmoralização da população civil

SANÇÕES INTERNACIONAIS

  • EUA suspenderam importação de petróleo, gás natural e carvão da Rússia
  • União Europeia se comprometeu a reduzir dependência da Rússia em petróleo, carvão e gás
  • Bancos russos e bielorrussos foram excluídos da rede SWIFT de pagamentos criando dificuldades no pagamento de bens e serviços em exportações e importações
  • Rússia definiu que “países hostis” deverão pagar em rublos pelo gás. Em retaliação a não cumprimento, suspendeu o fornecimento de gás à Polônia e Bulgária

CONSEQUÊNCIAS DA GUERRA NO BRASIL E NO MUNDO

+140,4%

no preço global de adubos e fertilizantes desde início da guerra Pode gerar doses baixas de adubos nas lavouras Menos produtividade

23%

dos insumos consumidos no Brasil vêm da Rússia, nosso maior fornecedor. O Brasil é o 4º consumidor mundial de fertilizantes

R$ 3,5 bilhões

é o valor importado de fertilizantes por ano vindos da Rússia

+122,5%

é o crescimento da importação de fertilizantes russos pelo Brasil de 03/2021 a 03/2022

Em toneladas, importação
caiu 7,4% no mesmo período. Aumento no valor importado se explica pela alta no preço internacional do produto.

Ouça entrevista com o consultor Eduardo Maia sobre este tema

70%

foi o aumento médio no preço de petróleo no mercado externo desde o início do conflito

ABASTECIMENTO

Brasil não compra petróleo da Rússia, logo não há prejuízo para o abastecimento

PODE HAVER

reajustes “preventivos” de bens e serviços e postergação de investimentos por medo de redução da demanda

Aumento do preço do petróleo
Aumento de custo de insumos e frete Aumento da inflação Aumento da taxa de juros

Ouça entrevista com o consultor Beto Veiga sobre este tema

De 3,6% para 2,6%

(UNCTAD) é a queda na projeção de crescimento mundial em 2022

12,6%

é a alta no Índice de preços global de alimentos da FAO de março a fevereiro deste ano, em decorrência de aumentos em grãos e óleos vegetais

Exclusão dos bancos russos do sistema SWIFT dificultam transações com o país

Brasil pode ter sido beneficiado
transitoriamente por capital estrangeiro realocado em outros mercados emergentes
Taxa de câmbio e bolsa

DESGLOBALIZAÇÃO

Comércio exterior no PIB mundial

Regionalização das cadeias produtivas

Custos

Eficiência

é o lugar da Rússia no ranking dos países dos quais o Brasil mais importou produtos de janeiro a março de 2022

36º

é o lugar da Rússia no ranking dos principais destinos das exportações brasileiras nos três primeiros meses de 2022

4,2%

é a alta de exportações para a Rússia de janeiro a março deste ano comparado com o mesmo período do ano passado

107,4%

é a alta de importações da Rússia nos três primeiros meses do ano, comparado com igual período de 2021

5.264

é o número de vítimas civis nos dois primeiros meses do conflito 2.345 mortos + 2.919 feridos

5 milhões

é o número de de refugiados segundo a ONU. Outros 5 milhões são deslocados internos – pessoas que deixaram suas casas, embora não tenham saído do país.

50%

dos refugiados ucranianos são crianças – quase todos os demais são mulheres e idosos

1.100

é o número de ucranianos que entraram no território brasileiro nos dois primeiros meses de guerra 74 receberam visto de acolhida humanitária 27 tiveram autorização de residência

distingue combatentes e civis e proíbe ataques a casas, escolas, empresas, igrejas, hospitais e monumentos

A resposta diplomática brasileira

A FAVOR

Em 2 de março de 2022, o Brasil apoiou a resolução “agressão contra a Ucrânia”, adotada pela Assembleia Geral da ONU.

A FAVOR

Em 24 de março do mesmo ano, o Brasil apoiou a resolução sobre os impactos humanitários do conflito, de 24 de março do mesmo ano.

ABSTENÇÃO

Na Assembleia Geral das Nações Unidas, o Brasil se absteve durante a votação de resolução que suspendeu a participação da Rússia no Conselho de Direitos Humanos da ONU, por entender que a medida implicará polarização e politização das discussões do Conselho.

A FAVOR

Em votação já dentro do próprio Conselho de Direitos Humanos da ONU, o Brasil votou a favor da criação de uma Comissão de Inquérito para investigação de eventuais violações cometidas em território ucraniano.

O ÚNICO

Dentre os cinco países do BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), só o Brasil votou a favor da condenação da Rússia na Assembleia Geral da ONU. China, Índia e África do Sul se abstiveram
Ouça entrevista com o consultor Tarcísio Dal Maso sobre este tema
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp