CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Sessão: 92.2019 Hora: 9h56 Fase:
  Data: 07/05/2019

Sumário

Protesto contra o corte de recursos destinados à educação pública pelo Governo Jair Bolsonaro. Posicionamento contrário à proposta de reforma previdenciária.

 O SR. AIRTON FALEIRO (PT - PA. Sem revisão do orador.) - Sra. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, eu quero transmitir aqui o sentimento das pessoas que nos procuram.
O Brasil vive um momento de tensão mais profundo do que este Governo pensa.
Eu diria a V.Exas. que não bastasse a ameaça dessa maldita reforma da Previdência, que coloca como o terror do povo pobre e da classe trabalhadora deste País o risco de quebrar o principal instrumento de distribuição de renda neste País, que é a aposentadoria e os benefícios previdenciários, agora vem o terror de quebrar a educação pública deste País.
Há uma expectativa da sociedade brasileira com este Congresso, porque ela não espera do Executivo, não espera deste Governo, outra coisa a não ser, a cada dia, a cada semana, mais medidas antipopulares e maldosas com o povo brasileiro. Neste Congresso ainda há uma esperança para os nossos alunos, professores e técnicos das universidades e institutos federais, que foram atacados ferozmente com esse corte de recursos no orçamento.
Eu sou de uma região onde há universidade nova, correção histórica do Centro-Sul brasileiro, que deixou durante anos e anos a Amazônia com pouquíssimas universidades. Universidades em consolidação, universidades em expansão agora estão ameaçadas. A política inclusiva, com cotas, com bolsas para indígenas, quilombolas e povo pobre deste País também está ameaçada, e cabe a este Congresso barrar essas medidas do Governo. Este Congresso tem que chamar para si essa responsabilidade.


PEC 6/2019, PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO, REFORMA PREVIDENCIÁRIA (2019), APOSENTADORIA, BENEFÍCIO PREVIDENCIÁRIO, REPÚDIO. GOVERNO FEDERAL, CONTINGENCIAMENTO, RECURSOS ORÇAMENTÁRIOS, EDUCAÇÃO PÚBLICA, UNIVERSIDADE FEDERAL, INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA (INSTITUTO FEDERAL), PREJUÍZO, ACESSO À EDUCAÇÃO, AÇÃO AFIRMATIVA, GRUPO INDÍGENA, QUILOMBOLAS, POPULAÇÃO DE BAIXA RENDA, CRÍTICA.
oculta