CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Sessão: 88.2021.B Hora: 14:08 Fase: BC
Orador: GENERAL GIRÃO, PSL-RN Data: 05/10/2021

 O SR. GENERAL GIRÃO (PSL - RN. Sem revisão do orador.) - O.k., Deputado Ricardo Silva. Muito obrigado pela oportunidade. Eu gostaria inicialmente de pedir que a nossa palavra ecoasse no programa A Voz do Brasil.
Aproveitando o que o Deputado Luiz Lima e o Deputado Coronel Tadeu disseram, talvez o único hospital de campanha realmente bem aproveitado, bem instalado -- e continua sendo aproveitado --, tenha sido o Hospital de Campanha de Natal, que era um hotel que estava à disposição da Justiça e foi transformado para ser utilizado como hospital de campanha. Então, parabéns ao nosso Prefeito Álvaro Dias, um doutor, um médico experimentado e muito experiente na política também; foi Deputado Federal inclusive. Parabéns a ele pelo trabalho feito na instalação do Hospital de Campanha de Natal. Lembro que o hospital do Estado não foi instalado; o Estado não cumpriu a missão dele. Aliás, o Estado não tem cumprido a missão dele.
Mas o pior de tudo não é isso. O pior de tudo é que hoje estava intimado para ser ouvido na Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Norte, na CPI da COVID-19, o Secretário-Executivo do Consórcio Nordeste, o tal do Carlos Gabas, que deve ter muito a esconder realmente, ele e os Governadores do Nordeste, inclusive a Governadora do Estado, porque ele entrou com habeas corpus para não precisar ser ouvido. Ele está com medo de quê? Ele está com medo de ser intimado, de ter que responder sobre a verdade para onde foram os mais de 48 milhões que o Consórcio Nordeste surrupiou? Porque pagar a uma empresa especializada em produtos da maconha para mim é surrupiar! É uma vergonha isso! A Justiça não pode defender bandido. Eu espero que seja negado esse habeas corpus e que ele possa, sim, ser ouvido o quanto antes lá.
Gostaria de dizer também que quem tem que ser chamado de genocida é quem desviou dinheiro, é quem desviou dinheiro no passado e desviou no presente, agora, como esses do Governo do PT, que, ao invés de instalarem hospitais, fecharam hospitais e abriram arenas, estádios de futebol. É uma vergonha isso! Deveriam se envergonhar. E o discurso da Esquerda continua sendo o mesmo. Eu vou sair e vai entrar um Deputado, agora, de oposição, da Esquerda, que vai voltar a dizer de novo que Bolsonaro é genocida. Bolsonaro mandou bilhões para o Brasil, e alguns desses bilhões foram mal utilizados pelos Prefeitos e Governadores. Tem que apurar, sim, tem que investigar e tem que ir a fundo nessa investigação.
Sr. Presidente, gostaria de terminar as minhas palavras dizendo que manifestação democrática, que infelizmente algumas autoridades da República, inclusive do TSE, como o Ministro Barroso, que insiste em dizer...
Ministro Barroso, por favor! O senhor não é empregado da Esquerda, não, Sr. Ministro Barroso! O senhor é servidor público de todos os brasileiros. Parece que o senhor está sendo contratado pelo Partido dos Trabalhadores, ou pelo PSOL. Não! Manifestação antidemocrática foi essa do dia 2 de outubro, em que se agrediu o Ciro Gomes e outras pessoas que quiseram participar da manifestação. Está bem, se quer escolher o lado de lá, vá para o lado de lá. Mas agredir o cara porque ele quer participar? Isso é um absurdo!
Então, que seja classificada como antidemocrática aquela manifestação que não deixa uma pessoa participar, que tem violência, que tem bandeiras que não são as do Brasil, e sim as que têm as cores de partido comunista, foice e martelo. Isso não tem nada a ver com o nosso País.
Muito obrigado, Sr. Presidente. Eu espero que essas pessoas vejam a luz, raciocinem e aprendam!