CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Sessão: 40.2021.B Hora: 09:28 Fase:
Orador: Data: 02/06/2021

 O SR. LEO DE BRITO (PT - AC. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, no último sábado, realizou-se, em mais de 200 pontos do Brasil, o movimento 29M, por pão, vacina, educação e trabalho. Não foi à toa que isso aconteceu.
Hoje, infelizmente, o Governo que está aí, o Governo Bolsonaro, é mais perigoso para o Brasil do que o próprio coronavírus. Por isso muitas pessoas saíram às ruas. Foram de máscara, tomaram cuidados, buscaram manter o distanciamento social, mas tiveram que sair. Não viram outra opção senão ir às ruas protestar.
Até hoje, o Presidente Bolsonaro não disse a que veio. O Presidente Bolsonaro, até hoje, não saiu do palanque. Age na cadeira de Presidente da República como um adolescente irresponsável - para não dizer outra palavra.
Em meio a 465 mil mortos desta pandemia, negou a vacina 11 vezes, de acordo com a CPI da COVID, apostou em tratamentos ineficazes, apostou na chamada imunidade de rebanho, construiu gabinetes paralelos ao Ministério da Saúde. Hoje nós vivemos uma crise social profunda, com mais de 14% de desempregados - recorde de desemprego - e quase 15 milhões de famílias, mais de 50 milhões de brasileiros, vivendo em situação de extrema pobreza. O Brasil está voltando para o Mapa da Fome. A carestia está tomando conta do País. Só este ano, mais de 40% de aumento no preço dos combustíveis. A gasolina, na maioria dos lugares do Brasil, está custando mais de 6 reais; em alguns lugares, 8 reais. Só agora no mês de maio, vimos 40% de aumento no preço do gás de cozinha. A comida também está mais cara. Estamos sob risco iminente de um apagão energético. Nossas universidades estão se fechando, porque foram retirados mais de 1 bilhão de reais do orçamento das universidades. Enquanto isso, o Presidente da República quer fazer a Copa América aqui no Brasil, não sei em que circunstâncias.
Isso tudo é um absurdo. A população do nosso Pais está ao relento, abandonada. E o Governo, infelizmente, passa a mão na cabeça de criminosos. O Sr. Ricardo Salles, que é chefe de uma organização criminosa, está no Ministério do Meio Ambiente. O Sr. Pazuello, que cometeu um crime contra as Forças Armadas um domingo atrás, agora foi agraciado com o cargo de Secretário de Assuntos Estratégicos neste Governo. Nós não podemos aceitar isso.
Mas ontem o Governo foi derrotado aqui, porque derrubamos o veto da Lei Aldir Blanc e também a da Internet para professores e alunos.
Peço o registro deste pronunciamento no programa A Voz do Brasil.