CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Sessão: 269.2019 Hora: 13h56 Fase:
  Data: 12/09/2019

Sumário

Discordância com o pronunciamento de Deputado, contrário à aprovação do Projeto de Lei 3.688-C, de 2000, sobre a prestação de serviços de psicologia e assistência social nas escolas públicas de educação básica.

 A SRA. DRA. SORAYA MANATO (PSL - ES. Pela ordem. Sem revisão da oradora.) - Eu discordo completamente do que o nobre Deputado falou.
Se houvesse a designação de um psicólogo para cada escola, eu concordaria com a crítica. Segundo o projeto, haverá psicólogo itinerante. Nós temos que dar oportunidade para que as crianças da escola pública que têm problemas recebam o diagnóstico precocemente. Esses problemas podem atrapalhar a vida inteira dessas pessoas e também a Nação, porque muitos desses futuros adultos poderão ser incapazes de assumir um trabalho e de se cuidar.
Então, esses diagnósticos precoces são importantíssimos tanto para o ser humano quanto para a sociedade.
Não vejo dessa forma o assunto. Acho que essa é uma dívida que a Nação tem para com seus brasileirinhos e brasileiros.
Acho que esse projeto é fantástico. Ele pode onerar, sim, o Município ou o Estado, mas esse é um gasto bem limitado, se comparado ao grande benefício que ele vai propiciar a essas pessoas e à Nação brasileira.
Muito obrigada.


PL 3688/2000, PROJETO DE LEI ORDINÁRIA, PSICÓLOGO, ASSISTENTE SOCIAL, EDUCAÇÃO BÁSICA, REDE PÚBLICA DE ENSINO, DEFESA. CONTESTAÇÃO, DISCURSO PARLAMENTAR, PARTIDO NOVO (NOVO).
oculta