CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Sessão: 26.2021.B Hora: 15:00 Fase:
Orador: Data: 27/04/2021

 O SR. PAULO GUEDES (PT - MG. Sem revisão do orador.) - Sra. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, uso esta tribuna para comunicar a todos os colegas Parlamentares que estou apresentando uma frente parlamentar em defesa de um piso salarial digno para a enfermagem brasileira e quero contar com o apoio de todos.
Todos nós sabemos da importância da enfermagem no Brasil, principalmente neste momento que estamos vivendo. Em plena pandemia, são mais de 2 milhões e 400 mil os profissionais que arriscam diariamente suas vidas para salvar a vida do povo brasileiro. Seja nas unidades de saúde, seja nos programas de saúde da família - PSF, seja nos plantões nos hospitais, seja no SAMU, seja nas clínicas particulares, esses profissionais são a linha de frente do enfrentamento à pandemia.
Há já mais de 50 anos a enfermagem luta para ter um piso e uma jornada de trabalho reconhecidos por lei, e até hoje isso não foi possível. É inadmissível que tenhamos profissionais ganhando pouco mais de um salário mínimo.
Por isso, venho pedir a cada um dos colegas Parlamentares apoio a esta Frente Parlamentar, para que possamos aprovar, tanto no Senado Federal como na Câmara dos Deputados, o PL 2.564/20 e, assim, garantir um piso salarial digno à categoria e as 30 horas semanais, um desejo do segmento há muito tempo.
O Brasil está em pandemia. O Brasil está desgovernado. Nós estamos sem esperança quanto à tomada de ações efetivas do Governo. Por isso, mais uma vez, o Congresso Nacional tem que sair na frente. Chegou a hora e a vez de reconhecer a importância desta categoria para o Brasil, a importância de profissionais que salvam vidas, que estão na linha de frente todos os dias. Todos nós sabemos que um hospital pode funcionar sem médico por uma semana, mas jamais um dia sem enfermeiro ou sem técnico de enfermagem.
Peço a todos os colegas Parlamentares o reconhecimento, a assinatura e o apoio a esta Frente Parlamentar. Mais do que isso, peço que todos nos engajemos nesta luta para aprovar a jornada e o piso salarial defendidos pela categoria.
Muito obrigado.