CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Sessão: 182.2022 Hora: 14:28 Fase: OD
Orador: Bira Do Pindaré, PSB-MA Data: 21/12/2022

O SR. BIRA DO PINDARÉ (PSB - MA. Como Líder. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, eu queria aproveitar, primeiro, para dizer que o PSB orienta "não", evidentemente, a essa retirada de pauta. A PEC é fundamental, nós vamos aprová-la nesta tarde e nesta derradeira sessão desta legislatura na Câmara dos Deputados.

Aproveito também, Sr. Presidente, para fazer a minha despedida desta tribuna.

Esta legislatura foi profundamente marcada, primeiro, pela pandemia, que levou à morte quase 700 mil pessoas e, segundo, por um Governo desastroso que deixa um rastro de destruição e que não pode ser esquecido, porque as tragédias precisam ser lembradas para que elas não sejam repetidas.

Ao longo desse período, apesar dessas dificuldades, tenho muito orgulho do trabalho que nós fizemos nesta Casa. Tenho muito orgulho das mais de 1.300 proposições que apresentei em discussões aqui na Câmara dos Deputados. Tenho muito orgulho das mais de 25 relatorias que assumi e desempenhei nas mais diversas Comissões da Casa. Tenho muito orgulho de todas as Comissões por onde passei, especialmente a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, a Comissão da Educação e a Comissão de Direitos Humanos.

Tenho muito orgulho de ter presidido a Frente Parlamentar Mista das Comunidades Quilombolas, que há tempo estava desativada, e nós conseguimos reorganizá-la para ser um polo de resistência e de luta contra o racismo no Congresso Nacional.

Tenho muito orgulho da luta que travamos aqui pelos mais diversos direitos do povo. Vou citar alguns: o auxílio de 600 reais pelo qual nós da Oposição lutamos muito, pois o Governo queria conceder apenas 200 reais; a Lei de Cotas, na qual nós insistimos, porque eles queriam acabar com ela — eles não conseguiram e o próximo Governo tem a tarefa de fazer a reforma da Lei de Cotas —; o reajuste dos ACS; a vacinação prioritária para os quilombolas e para os indígenas; a Convenção Interamericana contra o Racismo, que foi aprovada nesta Casa; a redução de preços de combustíveis, que sempre foi marca da nossa atuação; a distribuição gratuita de absorvente para as mulheres, que este Governo teve a coragem de vetar, mas nós derrubamos o veto; a Lei Aldir Blanc e a Lei Paulo Gustavo; o piso salarial da enfermagem; São Luís como Capital brasileira do reggae, a minha querida cidade, a Ilha de São Luís do Maranhão. Temos muito orgulho de todas essas lutas.

Aprovamos muitas medidas, continuamos lutando por outras, mas aqui fizemos o combate. Combatemos a reforma da Previdência; combatemos a terceirização das atividades do magistério; combatemos o trabalho infantil, a chamada PEC 18; combatemos a legalização da grilagem em terras indígenas; combatemos o fim da estabilidade dos servidores públicos, a PEC 32; combatemos a privatização da ELETROBRAS e dos Correios. Temos muito orgulho de tudo isso.

Por isso, nesse derradeiro pronunciamento desta legislatura, neste mandato, eu quero aproveitar para deixar os meus agradecimentos. Agradeço ao povo do Maranhão, que me deu três mandatos consecutivos. Tenho muito orgulho disso, porque eu nunca precisei comprar o voto de ninguém. Foram votos limpos, conscientes, como foi na atual eleição, que não precisei de orçamento secreto. Por isso, talvez, não tenha ganhado a eleição, mas isso não me envergonha, isso me orgulha, porque eu sempre estive do lado certo, e vamos continuar da mesma forma.

Quero agradecer ao PSB, na pessoa do nosso Presidente Carlos Siqueira, ao ex-Governador, agora Ministro Flávio Dino, pela parceria de sempre, ao Governador Carlos Brandão, que foi reeleito no Estado do Maranhão e, se Deus quiser, estaremos lá ajudando na sua gestão, agradecer também à bancada do PSB, que me fez Líder, o primeiro Líder negro desta bancada, meu querido companheiro Deputado Camilo Capiberibe. Agradeço a todos os companheiros e companheiras que integram essa bancada e que me fizeram Líder, durante este ano legislativo. Quero agradecer a toda a minha assessoria, tanto de Brasília quanto do Estado do Maranhão, a todos os servidores da Casa, dos mais qualificados e graduados a todas as pessoas que trabalham na parte operacional, inclusive, no Cafezinho, na recepção e na segurança. Agradeço à imprensa, a todos os Parlamentares que, de uma forma ou de outra, compartilharam este momento tão importante da história do Brasil. Mas queria, entre os Parlamentares, agradecer principalmente aos Deputados da Oposição, aos Deputados de todos os partidos da Minoria, que, com muita bravura, sustentaram essa trincheira de resistência no Congresso Nacional. E valeu a pena, valeu a pena, porque nós conseguimos derrotar o projeto fascista que estava em curso no Brasil. Eu fico feliz por isso. Demos a nossa cota de colaboração, deixamos a nossa marca na trajetória desta Casa.

Termino dizendo que a história não começa e nem termina agora. Ela continua. E agora estou mais esperançoso do que nunca, porque nós fomos capazes de eleger Luiz Inácio Lula da Silva e nós estaremos juntos na reconstrução do Brasil com a bravura de quem não foge à luta e a ternura de quem aprendeu a sonhar!

Muito obrigado, Presidente.