CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Sessão: 139.2021 Hora: 11:12 Fase: OD
Orador: GONZAGA PATRIOTA, PSB-PE Data: 18/11/2021

 O SR. GONZAGA PATRIOTA (PSB - PE. Como Líder. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, vou tirar a máscara, porque já passei dos 40 anos e fui vacinado um bocado de vezes.
Antes do pronunciamento em que vou falar sobre Petrolina, o melhor Município brasileiro para o agronegócio, eu gostaria que V.Exa., Sr. Presidente, desse encaminhamento aos pronunciamentos que trago aqui. Um é sobre o anúncio do Governo de Pernambuco da destinação de 3 milhões de reais para o turismo. Outro é sobre uma parceria que Pernambuco firma em favor da preservação. O terceiro é sobre o fato de que os homicídios em Pernambuco caíram 20%. O quarto é sobre o fato de que mais de 90% das vítimas da COVID-19 em Pernambuco não eram vacinadas.
Neste pronunciamento, Sr. Presidente, quero falar sobre Petrolina, cidade que me recebeu há mais de 40 anos. Petrolina, na época, nos anos 70, tinha 40 mil habitantes. Eu lembro que se criou em Petrolina um projeto de irrigação, e alguns ficavam perguntando: "Como esse Projeto Bebedouro, em Petrolina, vai tirar água do Rio São Francisco e irrigar aquelas terras?". Hoje, Petrolina, a capital da fruticultura brasileira, está classificada como a melhor cidade do Brasil para negócios.
Lá em Petrolina nem parece que tivemos essa crise, em que pesem as muitas pessoas que morreram, as muitas pessoas que se contaminaram com a COVID-19. A crise que vemos no País hoje passa longe de Petrolina. Agradecemos ao povo de Petrolina por ter recebido o povo de outros Municípios pernambucanos e de Municípios da Bahia, do Piauí e de outros Estados, um povo ordeiro, bem politizado e bom.
Ficamos felizes em saber que uma cidade nordestina que se cria ao lado do Rio São Francisco... Esse rio vem por debaixo de Minas Gerais, sobe lá para Sergipe e Alagoas e atende com água potável e boa os Estados do Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, sem falar em Pernambuco, isso do lado esquerdo; do lado direito, na Bahia, temos Juazeiro, cidade maravilhosa, vizinha de Petrolina.
Nós gostaríamos, Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, de ver este pronunciamento que fazemos, até longo - acho que tem mais de 40 páginas -, transcrito nos Anais da Câmara dos Deputados, para que se veja que, onde há interesse, onde há parceria, onde deixamos o palanque para lá, depois das eleições, e nos juntamos para trabalhar...
Eu lembro que, em 1982, me elegi pela primeira vez Deputado, juntamente com o Fernando Bezerra Coelho, que hoje é Líder do Governo no Congresso Nacional. Passadas as eleições de 1982, nós nos juntamos para trabalhar por Pernambuco, trabalhar pelo Brasil, mas olhando principalmente para Petrolina, Lagoa Grande, Afrânio, Dormentes e tantos outros Municípios próximos de Petrolina. Tivemos outras eleições. Na Assembleia Nacional Constituinte, quando apresentei a proposta para a aposentadoria de homens e mulheres do campo, recebi apoio de vários Parlamentares de outros partidos. Naquele tempo, éramos do MDB, e, do outro lado, havia a ARENA. Estou há mais de 30 anos no PSB, fazendo este trabalho.
Queremos parabenizar o povo de Petrolina, esse povo politizado, esse povo ordeiro, esse povo que é muito exigente e que conquista, obviamente, seus direitos, porque exige que as autoridades de todos os setores os respeitem.
Povo de Petrolina, parabéns! Parabéns principalmente a quem sai do Norte, do Deputado Capi, a quem sai do Sul, do Deputado Cherini, que vai lá para Petrolina plantar aquela uva maravilhosa, enfim, a quem sai de outros Estados e vira petrolinense: petrolinense para produzir, petrolinense para trabalhar, petrolinense para exportar.
Para terminar, Sr. Presidente, eu quero dizer do meu projeto de interligação do Rio Tocantins com o Rio São Francisco. Não temos para onde correr; precisamos dessa interligação, até porque o Rio Tocantins tem 10 mil metros cúbicos de água por segundo, ao passo que o Rio São Francisco tem mil metros cúbicos de água por segundo, mas vive em 500 metros cúbicos, 400 metros cúbicos, 300 metros cúbicos de água por segundo, às vezes. Precisamos dessa água, precisamos que o Rio Tocantins, com 100 metros cúbicos de água por segundo, possa alimentar o maior lago artificial do planeta, que é a barragem de Sobradinho. Precisamos controlar essa água do Rio São Francisco, não apenas para os projetos de fruticultura em suas margens, mas também para atender outros Estados que carecem dessa água do Rio São Francisco, a exemplo do que falei aqui, tanto do lado da Bahia quanto do lado de Pernambuco.
Sr. Presidente, eu peço a V.Exa. que dê total divulgação aos pronunciamentos citados anteriormente e, principalmente, a este ranking de 2021 da revista Exame, que mostra que Petrolina é a melhor cidade do Brasil para fazer negócios.
Obrigado, Presidente.