CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Sessão: 139.2021 Hora: 10:32 Fase: BC
Orador: GIOVANI CHERINI, PL-RS Data: 18/11/2021

 O SR. GIOVANI CHERINI (PL - RS. Sem revisão do orador.) - Sras. e Srs. Parlamentares, na condição de Vice-Líder do Governo, eu preciso dizer que estamos muito firmes e muito fortes ao lado do Presidente Jair Messias Bolsonaro.
Eu digo sempre esta frase: "O Presidente Bolsonaro não é o melhor adubo, mas é o melhor pesticida". Infelizmente, as entidades e os órgãos deste País foram minados por uma força que parece até ser uma força do demônio. Há muitos conselhos atrapalhando este País. Há conselhos na saúde, no meio ambiente. Além disso, o Parlamento, às vezes, não ajuda; o STF dá uma mãozinha para o "quanto pior, melhor"; e a oposição... Diga-se de passagem, a oposição é muito competente para fazer narrativas. É impressionante: se analisarmos as falas da oposição, veremos que 90% são fake news. Usam esse microfone para criar fatos, para construir narrativas.
Olhem só! O Brasil é o país que mais picou até agora. Não vou falar outra palavra, senão já me tiram do ar - e essa é outra coisa que acontece no País. Cadê os jornalistas defensores da liberdade de expressão? Se nós falarmos alguma coisa que não interessa à indústria farmacêutica nos meios de comunicação, ganhamos 1 semana de castigo, como se fosse no grão de milho. "Você não vai mais falar aquilo." Não se pode falar algo diferente do que falam esses papagaios de pirata que estão 24 horas por dia mentindo para a população sobre algo que não está comprovado. Ainda dizem: "Tudo isso é ciência". Ciência de quem? Cadê a comprovação dessa ciência que se usa tanto aqui? E ainda dizem que o Bolsonaro é contra a ciência. Não! O Bolsonaro é a favor do povo. O Bolsonaro é a favor da pesquisa. O Bolsonaro é a favor da ciência. É por isso que o Brasil vai dar uma guinada muito grande.
Cada vez mais, nós precisamos de liberdade. Falo de liberdade econômica, liberdade de ir e vir, liberdade que muitas pessoas não entendem, porque defendem a Venezuela, defendem Cuba e não sabem o que é liberdade. Em nome dessa liberdade, dizem assim: "Mas é para o bem de todos". Desde quando esse povo aqui pensou no bem de todos? O bem de todos, aliás, era ficar fechado num apartamento enquanto o porteiro tinha que trabalhar - 50% das pessoas tinham que trabalhar. Se morresse o porteiro, qual seria o problema? Era só trocar o porteiro. E ele continuava ali com a geladeira cheia. Foi isso o que fizeram neste País. E agora reclamam da economia.
Por isso, nós somos Bolsonaro!