CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Sessão: 124.2019 Hora: 17h24 Fase:
  Data: 29/05/2019

Sumário

Legitimidade das manifestações de rua em apoio e em oposição ao Presidente Jair Bolsonaro. Defesa da realização da reforma previdenciária e das medidas anticrime enviadas ao Congresso Nacional pelo Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.

 
DISCURSO NA ÍNTEGRA ENCAMINHADO PELO SR. DEPUTADO JOSÉ NELTO.

Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, no último final de semana, movimentos de apoio e de oposição ao Presidente Jair Bolsonaro foram às ruas em várias Capitais da Federação. Na democracia esses eventos são legítimos e devem ser observados.
Acredito que o sinal das ruas pode, inclusive, acelerar alguns projetos que estão andando devagar no Congresso Nacional. Nós já declaramos apoio às grandes reformas, desde que elas não sacrifiquem os mais pobres e a população que vive no campo.
Todos os movimentos programados em várias Capitais do Brasil merecem respeito e apoio, desde que sejam dentro da lei e da ordem, princípios fundamentais para a Nação. O atual Governo é o resultado da insatisfação de vários segmentos do País que lutam por um Brasil melhor e mais justo. Do nosso lado, estamos atentos ao que vem das ruas. Acompanhamos os anseios do eleitor que nos deu um mandato para honrar os compromissos de campanha. Nosso projeto está focado no combate às injustiças e aos desmandos de setores que sacrificam a população brasileira, notadamente, nas áreas da economia, como nos serviços de saneamento, de energia e bancários.
Tenho preparado uma série de projetos e outras ações legislativas para combater o que consideramos ações contrárias às demandas do nosso povo. Tarifas exorbitantes nas passagens aéreas, serviços de péssima qualidade no transporte público e o descaso para com os consumidores são apenas algumas das batalhas que estamos travando no Congresso Nacional.
Recentemente, estive com Ministros de Estado e diretores de agências reguladoras para discutir, por exemplo, a situação da empresa concessionária de energia elétrica do meu Estado, Goiás. Tenho batido nessa tecla por muitos anos, e até agora a situação não se reverteu.
O povo de Goiás continua pagando uma das tarifas de energia elétrica mais cara do País, recebendo de volta um serviço muito abaixo da média. Tanto que a empresa do Estado, que foi privatizada, está entre as que oferecem o pior serviço para os consumidores no País, segundo a ANEEL.
Esse descaso flagrante e contínuo não pode ser eterno. É claro que o povo tem o direito de ir às ruas, de protestar, de cobrar dos governantes mais transparência e mais empenho em suas demandas. Portanto, quem apoia ou discorda do Governo tem o direito de sair às ruas e de cobrar de todos os setores - Legislativo, Executivo e Judiciário - um país mais justo e com um projeto de futuro.
As convocações do final de semana passado demonstraram apoio à reforma da Previdência e ao pacote anticrime do Ministro Sergio Moro, além de pedir a continuidade da Operação Lava-Jato. Todos esses temas têm o nosso apoio dentro da Câmara dos Deputados.
Além disso, defendemos a reforma do Estado brasileiro, o que significa a diminuição dos gastos públicos e o melhor aproveitamento dos recursos dos contribuintes em projetos que realmente atendam aos interesses do povo.

Sr. Presidente, era o que tinha a dizer, solicitando a V.Exa. que autorize a divulgação deste pronunciamento nos órgãos de comunicação da Casa e, especialmente, no programa A Voz do Brasil.
Obrigado. 



MANIFESTAÇÃO, JAIR BOLSONARO, PRESIDENTE DA REPUBLICA, PEC 6/2019, PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO, REFORMA PREVIDENCIÁRIA (2019), LEI ANTICRIME.
oculta