Enquete do PL 114/2015

Resultado

Resultado parcial desde 06/04/2018

Opção Participações Percentual
Concordo totalmente 7.224 43%
Concordo na maior parte 88 1%
Estou indeciso 14 0%
Discordo na maior parte 58 0%
Discordo totalmente 9.454 56%

Resultado na metodologia anterior Sobre Resultado na metodologia anterior?

Resultado parcial desde 06/04/2018

Representação dos dados do gráfico em forma de tabela
Opção Participações Percentual
Concordo 3 14
Discordo 18 86

O que foi dito

Pontos mais populares

Vai estar de acordo com as diretrizes internacionais de educação em Quiropraxia pela Organização Mundial da Saúde, 4 mil horas mínimas para se tornar um quiropraxista

Roberto Bleier Filho 04/12/2018
364

A Quiropraxia é uma especialidade da profissão Fisioterapia regulamentada desde 1969. Não pode se criar outra profissão em detrimento a outra que já existe. Não existem pontos positivos nesta proposta.

Giuliano Souza 04/12/2018
613

Todos os pontos levantados pelos usuários

Exibindo resultados 1 a 10 de 350 encontrados.

Baixar
  • Ponto negativo: Como citado em um comentário defendendo a PL: “…se o fisioterapeuta quer ser quiropraxista é só fazer o vestibular e completar o curso…” Digo o inverso, que os “quiropraxistas” que façam a graduação de fisioterapia e depois pós graduação em quiropraxia como dever ser.

    Matheus Fontele Fernandes 08/09/2023
    0
  • Ponto negativo: Coloca teu pescoço na mão de um curioso pra vc ver.. Quiropraxia somente com fisioterapeuta.

    Emilio Carlos L. Pedro 04/09/2023
    2
  • Ponto positivo: A Quiropraxia é uma especialidade da profissão Fisioterapia regulamentada desde 1969.

    Breno Tavares 04/09/2023
    6
  • Ponto negativo: A profissão fisioterapia tem na sua grade curricular cinesioterapia, cinesiologia biomecânica, anatomia funcional, e onde exerce essa prática há muitos anos e com excelência onde tem um conselho que regulamenta a profissão e fiscalizar, diga não a regulamentação, pois ela já é regulamentada no conselho de fisioterapia.

    Lucas Paiva 04/09/2023
    8
  • Ponto positivo: Não há pontos positivos

    Negrão 10/08/2023
    2
  • Ponto negativo: Nem de graça eu passo em quiropraxia . Prefiro mil vezes fisioterapia . E outra , esses vídeos estralando a coluna deveriam ser banidos das redes sociais. Isso só afasta a população da ideia de cogitar conhecer a quiropraxia . Sei que haverá resistência , mas é melhor incorporar na fisioterapia .

    Negrão 10/08/2023
    5
  • Ponto positivo: Fisioterapia é uma profissão que o profissional chama se fisioterapeuta Quiropraxia é uma profissão que o profissional chama se quiropraxista. Se você quer trabalhar com a profissão de Quiropraxia, faça a faculdade. Já existem 5 no Brasil, aproveite para fazer o certo! Incorporar a Quiropraxia como especialidade da Fisioterapia, é que não. Reduzir uma profissão em uma técnica, nem aqui nem na china.

    Dr.Bruno Alvarenga 09/06/2023
    3
  • Ponto positivo: Fisioterapia não é sinônimo de Quiropraxia e vice versa. Não é por acaso que as duas profissões na área da saúde tem nome diferentes. Se fossem a mesma coisa, teria um nome só.

    Ajuste Academy 09/06/2023
    1
  • Ponto negativo: O fisioterapeuta é o profissional que mais compreende terapia manual e biomecânica, justamente devido a sua formação e a quiropraxia, NO BRASIL, contexto no qual estamos inseridos, é uma especialidade da fisioterapia desde 2001. Não existe ser cirurgião sem a formação médica, justamente por ser uma especialidade médica. Projetos como esse reduzem a autonomia e atuação dos fisioterapeutas, mesmo depois de um período em que provamos ser tão importantes quanto as outras áreas da saúde.

    Laiza Diniz 23/05/2023
    17
  • Ponto positivo: Fui tratada por quiropraxista, e resolveu minhas dores. Entendi o meu problema. Sendo que pelo SUS estou até hoje aguardando consulta com ortopedista. É um diferencial sim. Fui muito bem orientada na questão da necessidade ou não de se ter acompanhamento com ortopedista. A fisioterapia não me ajudou, me encaminharam para o ortopedista, a quiropraxia me ajudou muito. Sou paciente e gostaria muito que esse projeto fosse aprovado é uma possibilidade a mais para os doentes.

    Rosa Maria Dos Santos 13/05/2023
    6
vote nesta enquete

Enquetes populares nesta semana

  1. PL 4606/2019

    O Projeto de Lei 4606/19 veda qualquer alteração, edição ou adição aos textos da Bíblia, composta pelo Antigo e Novo Testamento. O texto em análise na Câmara dos Deputados também garante a pregação do conteúdo da Bíblia em todo o território nacional. “Qualquer alteração na redação deste livro é um ato mais que absurdo, flagrantemente uma intolerância religiosa e por que não dizer uma grande ofensa para a maioria dos brasileiros, independente da sua religião”, afirma o autor da proposta, deputado Pastor Sargento Isidório (Avante-BA). Tramitação A proposta será analisada em caráter conclusivo pelas comissões de Cultura; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

  2. PL 3498/2023

    Altera o Decreto Lei nº 1.804, de 3 de setembro de 1980, para aumentar o valor de minimis na importação de USD 50,00 para USD 100,00, reduzir a alíquota do imposto de importação de 60% para 20% e aumentar o valor máximo das remessas expressas de USD 3.000,00 para USD 5.000,00.

  3. PL 4262/2023

    Altera a Lei nº 5.517, de 23 de outubro de 1968, para instituir o Exame de Habilitação Profissional em Medicina Veterinária.

  4. PL 580/2007

    Altera a Lei nº 10.406, de 10 de janeiro de 2002 - Código Civil, para dispor sobre o contrato civil de união homoafetiva.

  5. INC 1287/2023

    Sugere, ao Excelentíssimo Senhor Ministro da Defesa, Sr. JOSÉ MUCIO MONTEIRO FILHO, permitir o acesso de Cabos e Sargentos do Quadro Especial da Aeronáutica, oriundos do Quadro de Cabos da Aeronáutica. a Graduação de Suboficial da Aeronáutica.

  6. PL 1189/2023

    Acrescenta dispositivo à Lei nº 14.182, de 12 de julho de 2021, para dispor sobre a integração, nos quadros de empregados da Empresa Brasileira de Participações em Energia Nuclear e Binacional S.A. – ENBPar, bem como nos quadro de empregados de empresas públicas federais e de empresas de economia mista federais, dos trabalhadores da Centrais Elétricas Brasileiras S.A. (Eletrobras) e de suas subsidiárias demitidos sem justa causa no período de 48 (quarenta e oito) meses a partir da data de publicação da Medida Provisória 1031 de 2021.