Enquete do PL 4269/2020

Resultado

Resultado parcial desde 19/08/2020

Opção Participações Percentual
Concordo totalmente 1.174 89%
Concordo na maior parte 17 1%
Estou indeciso 1 0%
Discordo na maior parte 3 0%
Discordo totalmente 126 10%

O que foi dito

Pontos mais populares

a china tem 115mil estatais, o Estados Unidos que se diz 100% capitalista tem 7000 Estatais, a Alemanha tem 15000 Estatais e o Brasil querendo dar as suas de graça. esse projeto de lei vai ser bom para proteger os interesses e os princípios da constituição o da legalidade, moralidade , impessoalidade, publicidade e eficiência.

DIOGO DE MIRANDA 10/10/2020
13

O poder executivo não pode agir por interesse próprio, precisa seguir o direcionamento dado pelos representantes do povo no congresso nacional. Hoje temos o perigo que representantes indicados (não eleitos) tentam agir por iniciativa própria sem a legitimidade da constituição.

Lindomar Guimaraes de Oliveira Junior 05/10/2020
2

Todos os pontos levantados pelos usuários

Exibindo resultados 1 a 10 de 159 encontrados.

Baixar
  • Ponto positivo: As Estatais são ativos de Estado. Privatizar estatais que não cumprem a sua função social, parece razoável, mas privatizar estatais que além de cumprirem suas funções sociais, geram lucros ao setor público é uma manobra para retirar recursos do Estado... Não é razoável vender um ativo que gera lucro para pagar o déficit criado pela falta de gestão pública. Os lucros aferidos pela Estatal, poderiam equacionar, em médio prazo, o prejuízo apresentado. Com privatização o Estado perderia este bônus.

    Pedro Ferreira 16/12/2020
    4
  • Ponto positivo: As estatais são a mola propulsora para que o pais passe a auferir royalties. Imaginem como o pais seria se não houvesse uma Embrapa?

    Jorge Fraga 01/12/2020
    1
  • Ponto positivo: Empresas públicas garantem atendimento a população até onde não gera lucro garantindo atendimento universal a todos os brasileiros .

    Suzana Ferreira 23/11/2020
    4
  • Ponto positivo: Eu defendo as empresas estatais , elas são a soberania de uma nação , entregar o patrimônio do povo a um grupo de empresários isso se torna um tapa na cara da sociedade . No lugar de vender vamos investir nas estatais para elas darem riquezas ao povo .

    Marcelo R . Ferreira 09/11/2020
    5
  • Ponto positivo: Estatais estratégicas não podem ser vendidas principalmente em tempo de pandemia.

    Edenaldo Logan 09/11/2020
    4
  • Ponto positivo: Parar a roubalheira de dar as empresas para os empresários amigos do governo

    Diego Cicero Souza 09/11/2020
    0
  • Ponto positivo: Importante o Estado se manter forte em setores estratégicos e impedir a exploração capitalista.

    Hilario Ruiz 09/11/2020
    1
  • Ponto positivo: Soberania nacional depende da força do estado. Estado forte nação próspera!!!

    arlan modesto 08/11/2020
    1
  • Ponto positivo: Afasta interesses de indivíduos, privados, da administração pública. Só permite privatização (em tese) se houver algum tipo de interesse público, pois envolve o congresso que deve representar esse interesse.

    Dionísio Reis Siqueira 08/11/2020
    0
  • Ponto positivo: Não podemos entregar nosso rico patrimônio a empresas privadas e grupos capitalistas internacionais sob o risco de colocar em risco nossa soberania. Defendo a manutenção da Caixa 100% pública, do Banco do Brasil voltado ao fomento da produção e desenvolvimento econômico e social do País e das demais empresas essenciais para atender às necessidades básicas da nossa população.

    Armando Duarte Junior 06/11/2020
    1
vote nesta enquete

Enquetes populares nesta semana

  1. PL 2717/2019

    O Projeto de Lei 2717/19 define a saúde estética como área de atuação de biólogos, biomédicos, enfermeiros, farmacêuticos, fonoaudiólogos e fisioterapeutas. Conforme o texto, o profissional deve ter título de especialidade regulamentado pelo respectivo conselho de fiscalização. A proposta está em tramitação na Câmara dos Deputados. Segundo o autor, deputado Fred Costa (Patriota-MG), há insegurança jurídica nesse segmento. “A ideia é permitir que esses profissionais exerçam seus conhecimentos em saúde estética, desde que dentro dos limites da área de atuação, da formação profissional e das diretrizes curriculares”, afirmou. Tramitação A proposta tramita em caráter conclusivo e será analisada pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

  2. PLP 235/2019

    O Projeto de Lei Complementar (PLP) 235/19, já aprovado pelo Senado, cria o Sistema Nacional de Educação (SNE), com o objetivo de alinhar, harmonizar e articular políticas, programas e ações da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios na área educacional. A proposta está agora em análise na Câmara dos Deputados. Pelo texto, a ideia é universalizar o acesso à educação básica e garantir padrão de qualidade; erradicar o analfabetismo; assegurar as oportunidades educacionais; articular níveis, etapas e modalidades de ensino; cumprir planos de educação nos entes federativos; e valorizar os profissionais da educação, entre outras ações. Como princípios e diretrizes do SNE, são mencionadas a igualdade de condições para acesso e permanência na escola, na alocação de recursos e na definição de iniciativas; a articulação entre escola, trabalho e prática social; e ações inclusivas para alunos e populações de comunidades tradicionais, indígenas e quilombolas. Entre os objetivos, estão universalizar o acesso à educação básica, erradicar o analfabetismo e fortalecer os mecanismos redistributivos, todos com qualidade. Fazem parte desses dispositivos a assistência técnica, pedagógica e financeira; a infraestrutura física, tecnológica e de pessoal; e a participação democrática nos processos. Estados, Distrito Federal e municípios terão até dois anos para aprovar legislação específica para criação dos respectivos sistemas estaduais, distrital e municipais de educação. O Ministério da Educação deverá prestar assistência a todos. “O Sistema Nacional de Educação poderá representar um estímulo ao princípio da colaboração entre governos na adoção de políticas educacionais”, afirmou o autor da proposta, senador Flávio Arns (Podemos-PR), ao defender as mudanças. Tramitação O projeto tramitará em conjunto com iniciativa da Câmara (PLP 25/19) e será analisado pelas comissões de Educação; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Depois seguirá para o Plenário.     Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei complementar

  3. PL 85/2024

    Dispõe sobre fornecimento gratuito da caneta de adrenalina auto injetável pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

  4. REQ 201/2023 CE

    Requer a realização de Audiência Pública no âmbito da Comissão de Educação para discutir o Projeto de Lei nº. 2304/2019.

  5. PEC 14/2021

    Altera o art. 198 da Constituição Federal para estabelecer o Sistema de Proteção Social e Valorização dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias, a aposentadoria especial e exclusiva, e fixar a responsabilidade do gestor local do SUS pela regularidade do vínculo empregatício desses profissionais.

  6. PL 4476/2023

    Estabelece a definição de moedas sociais, bem como regula a sua emissão e transação através da tecnologia de registro distribuído.