Enquete do PL 2136/2020

Resultado

Resultado final desde 23/04/2020

Opção Participações Percentual
Concordo totalmente 880 98%
Concordo na maior parte 8 1%
Estou indeciso 0 0%
Discordo na maior parte 2 0%
Discordo totalmente 5 1%

O que foi dito

Pontos mais populares

Permitir o contato do paciente hospitalizado a ter contato com sua família, desde que autorizado pelo médico responsável (a depender do estado de saúde do paciente).

Maria Weydes Bezerra 03/05/2020
24

Deveria abranger não somente os casos de COVID19.

Marcos Maq Pro 22/06/2021
16

Todos os pontos levantados pelos usuários

Exibindo resultados 1 a 10 de 106 encontrados.

Baixar
  • Ponto positivo: Para todos os pacientes acordados e conscientes, mesmo entubados, para ouvir sua família. Isso aumenta sua vontade de sobreviver.

    Luiz Felippe Tavares Guerreiro 07/09/2021
    0
  • Ponto positivo: Se aprovada, essa lei irá a favor da política de humanização, tão discutida atualmente a favor de um atendimento humanizado, holístico e embasado no olhar biopsicossocial. Com o cenário do covid, a comunicação entre os internados e parentes foi cortada em muitas instituições que não tiveram um olhar humanizado sob esse aspecto. Por isso, a aprovação dessa lei é essencial

    Victória Amarilla 13/08/2021
    1
  • Ponto positivo: Apoio em número gênero e grau essa deve ser lei sim . Principalmente nos casos que vc sabe o quadro do paciente que pode ir a qualquer momento e a família não poder está lá ou vê-lo. Perdi meu pai 25/07/2021 e colocaram ele na ala de covid sendo que ele não tinha covid,e não pode ficar ninguém da familia ao lado dele no último suspiro e ele veio a falecer de pneumonia aspirativa devido a saúde pública é um caos não se importar com os doentes , lutou bravamente até o último suspiro pra viver. ??

    Martha Fernandes 11/08/2021
    1
  • Ponto positivo: Quando não podemos estar perto ajuda fortalecer o vínculo e fazer com que a pessoa não se sinta só, em um momento tão difícil.

    Paty Resende - Naturopata 09/08/2021
    1
  • Ponto positivo: A família e o bem maior do ser humano, só o amor que se leva

    Angela Helena Trettel 01/08/2021
    2
  • Ponto positivo: Absolutamente necessário. Inclusive para a humanização do profissional, pois deixar de testemunhar a emoção do vínculo afetivo, acaba deixando o contexto frio, tecnicista.

    Alcione Michele Castro Consoni 29/07/2021
    1
  • Ponto positivo: Meu pai faleceu de Covid. Minha familia e eu tentamos junto ao hospital e nos foi concedido apenas 5 minutos apenas uma vez, como exceção. E eu nao consegui ve-lo pois nao queriam perder tempo me chamando. Ficamos sem contato e ele nunca mais conseguiu me ver e ver novamente a familia pois o hospital dizia que isso estava fora do protocolo. Ele chorava pois nao nos via. Acho sim que esta medida deva ser obrigatória, pois somos seres humanos . Hoje, bichos sao tratados melhor do que gente.

    Rosa Maria 25/07/2021
    1
  • Ponto negativo: Apenas uma ressalva: deve ser feito por profissional capacitado para lidar com questões emocionais (assistentes sociais e psicólogos), sendo realizado em telefone privado da instituição e não telefone particular do profissional de saúde.

    Vivi Pinto 25/07/2021
    0
  • Ponto positivo: Necessário para pacientes internados com ou sem covid (casos de internação prolongada, onde as visitas não são constantes), com seu familiar, visto sabermos da importância do contato com seus entes queridos, dando maior segurança e conforto para o indivíduo doente. Além disso, passa segurança para o familiar que "entrega" seu ente querido a profissionais desconhecidos.

    Vivi Pinto 25/07/2021
    0
  • Ponto positivo: Interação com pessoas que estão debilitadas e para sua recuperação necessitam de um carinho muito especial da família para sua recuperação

    Monica Favaretto Prieto 02/07/2021
    1

Enquetes populares nesta semana

  1. PL 2717/2019

    O Projeto de Lei 2717/19 define a saúde estética como área de atuação de biólogos, biomédicos, enfermeiros, farmacêuticos, fonoaudiólogos e fisioterapeutas. Conforme o texto, o profissional deve ter título de especialidade regulamentado pelo respectivo conselho de fiscalização. A proposta está em tramitação na Câmara dos Deputados. Segundo o autor, deputado Fred Costa (Patriota-MG), há insegurança jurídica nesse segmento. “A ideia é permitir que esses profissionais exerçam seus conhecimentos em saúde estética, desde que dentro dos limites da área de atuação, da formação profissional e das diretrizes curriculares”, afirmou. Tramitação A proposta tramita em caráter conclusivo e será analisada pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

  2. PLP 235/2019

    O Projeto de Lei Complementar (PLP) 235/19, já aprovado pelo Senado, cria o Sistema Nacional de Educação (SNE), com o objetivo de alinhar, harmonizar e articular políticas, programas e ações da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios na área educacional. A proposta está agora em análise na Câmara dos Deputados. Pelo texto, a ideia é universalizar o acesso à educação básica e garantir padrão de qualidade; erradicar o analfabetismo; assegurar as oportunidades educacionais; articular níveis, etapas e modalidades de ensino; cumprir planos de educação nos entes federativos; e valorizar os profissionais da educação, entre outras ações. Como princípios e diretrizes do SNE, são mencionadas a igualdade de condições para acesso e permanência na escola, na alocação de recursos e na definição de iniciativas; a articulação entre escola, trabalho e prática social; e ações inclusivas para alunos e populações de comunidades tradicionais, indígenas e quilombolas. Entre os objetivos, estão universalizar o acesso à educação básica, erradicar o analfabetismo e fortalecer os mecanismos redistributivos, todos com qualidade. Fazem parte desses dispositivos a assistência técnica, pedagógica e financeira; a infraestrutura física, tecnológica e de pessoal; e a participação democrática nos processos. Estados, Distrito Federal e municípios terão até dois anos para aprovar legislação específica para criação dos respectivos sistemas estaduais, distrital e municipais de educação. O Ministério da Educação deverá prestar assistência a todos. “O Sistema Nacional de Educação poderá representar um estímulo ao princípio da colaboração entre governos na adoção de políticas educacionais”, afirmou o autor da proposta, senador Flávio Arns (Podemos-PR), ao defender as mudanças. Tramitação O projeto tramitará em conjunto com iniciativa da Câmara (PLP 25/19) e será analisado pelas comissões de Educação; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Depois seguirá para o Plenário.     Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei complementar

  3. PL 85/2024

    Dispõe sobre fornecimento gratuito da caneta de adrenalina auto injetável pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

  4. REQ 201/2023 CE

    Requer a realização de Audiência Pública no âmbito da Comissão de Educação para discutir o Projeto de Lei nº. 2304/2019.

  5. PEC 14/2021

    Altera o art. 198 da Constituição Federal para estabelecer o Sistema de Proteção Social e Valorização dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias, a aposentadoria especial e exclusiva, e fixar a responsabilidade do gestor local do SUS pela regularidade do vínculo empregatício desses profissionais.

  6. PL 4476/2023

    Estabelece a definição de moedas sociais, bem como regula a sua emissão e transação através da tecnologia de registro distribuído.