Enquete do PL 5194/2019

Resultado

Resultado final desde 24/09/2019

Opção Participações Percentual
Concordo totalmente 126 40%
Concordo na maior parte 5 2%
Estou indeciso 3 1%
Discordo na maior parte 10 3%
Discordo totalmente 172 54%

O que foi dito

Pontos mais populares

A preocupação com conteúdos apelativos e apologias a drogas, degradação da mulher, sexo e violência.

Thiago Freitas 18/10/2019
36

Isso é censura. E o estado é laico.

Renan César 15/10/2019
22

Todos os pontos levantados pelos usuários

Exibindo resultados 1 a 10 de 74 encontrados.

Baixar
  • Ponto negativo: Não alimento opressão!! proibido proibir!! existem funks bons e ruins assim como em qualquer outro tipo de musica! livre expressão já!

    Artur Alvim Cury 30/10/2019
    0
  • Ponto positivo: Assegura os direitos constitucionais e internacionalmente escolhidos, pela Humanidade inteira desde sempre, a saber, vida, segurança, propriedade, com respeito inalienável. Não é censura. É Lógica em Jesus!!!

    Kátia Oliveira 29/10/2019
    0
  • Ponto negativo: pelo amr de deus?! vao querer criminalizar o funk como já tentaram fazer com o samba. PAREM!

    Padaria Cremosa 25/10/2019
    0
  • Ponto positivo: qualquer estilo musical que fira os bons costumes e a família precisam sim, serem controlados. A música é arte, mas as ofensas nas letras não ppdem ser toleradas

    Luiz Alves Locutor 24/10/2019
    4
  • Ponto positivo: Uma coisa é liberdade de expressão,outra coisa é fazer apologia a morte de policiais,ao tráfico de drogas e a objetificação de pessoas,como é encontrada em muitas letras de músicas.

    Thyago Santana 24/10/2019
    4
  • Ponto positivo: Precisamos recuperar a moral na música , na arte em geral.

    Angelita Marchand 24/10/2019
    5
  • Ponto negativo: NÃO TER COLOCADO ANTES ESSE TIPO DE PROPOSTA.

    ROSÂNGEL ALCÂNTARA S. ALBUQUERQUE 24/10/2019
    2
  • Ponto positivo: O QUE OUVIMOS NA MAIORIA DO QUE DIZ MÚSICA É UMA TREMENDA PORNOGRAFIA E A FALTA DE RESPEITO COM AS MULHERES. AS MÚSICAS TEM QUE SER COMO AS DE ANTES, TIPO ALGUNS CANTORES SERTANEJO.....

    ROSÂNGEL ALCÂNTARA S. ALBUQUERQUE 24/10/2019
    7
  • Ponto positivo: Coibir o uso de linguagem chula de baixo galão e a apologia ao banditismo consumo de drogas.

    Fernando Abreu 24/10/2019
    9
  • Ponto negativo: Proposta inconstitucional, fere a liberdade de expressão.

    Richard Inácio de Oliveira 24/10/2019
    0

Enquetes populares nesta semana

  1. PL 536/2024

    Regulamenta a profissão de Motorista Autônomo de Serviços de Mobilidade Urbana e dá outras providências.

  2. PEC 14/2021

    Altera o art. 198 da Constituição Federal para estabelecer o Sistema de Proteção Social e Valorização dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias, a aposentadoria especial e exclusiva, e fixar a responsabilidade do gestor local do SUS pela regularidade do vínculo empregatício desses profissionais.

  3. PL 474/2019

    Dispõe sobre a regulamentação do exercício da profissão de Ecólogo.

  4. INC 247/2024

    Sugere ao Excelentíssimo Senhor Ministro da Defesa, Sr. JOSÉ MUCIO MONTEIRO FILHO, a elaboração de projeto de lei que cria no Corpo de Graduados da Ativa do Comando do Exército o Quadro Especial de Subtenentes e Sargentos Músicos do Exército Brasileiro (QESSMEx), como Quadro de carreira e outras providências.

  5. PL 2077/2023

    Altera a Lei nº 6.965, de 9 de dezembro de 1981, que “Dispõe sobre a regulamentação da profissão de Fonoaudiólogo, e determina outras providências”, para fixar o piso salarial e a jornada de trabalho da categoria.

  6. PL 1213/2024

    Dispõe sobre a criação das Carreiras de Especialista em Indigenismo, de Técnico em Indigenismo e de Tecnologia da Informação, cria o Plano Especial de Cargos da Funai - PECFUNAI e o quadro suplementar da Fundação Nacional dos Povos Indígenas - Funai, define o órgão supervisor e altera a remuneração do cargo de Analista Técnico de Políticas Sociais, de que trata a Lei nº 12.094, de 19 de novembro de 2009, altera a remuneração das Carreiras e do Plano Especial de Cargos da Agência Nacional de Mineração, de que trata a Lei nº 11.046, de 27 de dezembro de 2004, altera a remuneração dos cargos das Carreiras de Policial Federal e de Policial Rodoviário Federal, cria a Polícia Penal Federal e a Carreira de Policial Penal Federal, altera a remuneração do cargo de Especialista Federal em Assistência à Execução Penal e de Técnico Federal de Apoio à Execução Penal, altera a Lei nº 8.691, de 28 de julho de 1993, e dá outras providências.