Enquete do PLP 149/2019

Resultado

Resultado final desde 06/06/2019

Opção Participações Percentual
Concordo totalmente 67 4%
Concordo na maior parte 24 1%
Estou indeciso 3 0%
Discordo na maior parte 108 5%
Discordo totalmente 1.785 90%

O que foi dito

Pontos mais populares

O orçamento deve ser de responsabilidade do Estado e Municípios. E ali que as necessidades específicas acontecem. E consequente, e ali que serão cobradas pela população.

Heitor Paulo de Almeida 05/03/2020
43

Tem por intenção privatizar os serviço que atende ao povo e massacrar os funcionários públicos em troca de uma esmola aos Estados.

Leandro Pimenta 27/10/2019
327

Todos os pontos levantados pelos usuários

Exibindo resultados 1 a 10 de 147 encontrados.

Baixar
  • Ponto negativo: Não é justo que servidores, a maioria com baixos salários, arquem com um ônus tão grande ( salário e progressões congeladas até pelo menos o fim de 2021), enquanto as elites continuam incólumes nos seus privilégios...para citar alguns exemplos: Iates, jatinhos e aviões particulares não pagam impostos, as grandes fortunas não são taxadas . Muito injusto, neste país quando mais rico, mais privilegiado.

    Patrícia Fernandes Lopes 06/05/2020
    0
  • Ponto negativo: Servidores de segurança pública e saúde federais com suas progressões congeladas enquanto os estados podem promover seus agentes com o dinheiro federal. E essa discriminação com os servidores policiais federais, por que não aplicam o congelamento aos militares?

    josimarrissi2 . 05/05/2020
    0
  • Ponto negativo: Para algumas pessoas é uma pequena medida, mas para outras, como eu que estavam para receber a retribuição de doutora será uma diferenca de 25% no salário. Trabalhei duro por 4 anos para não ter esse direito reconhecido?

    Jessica Helena de Lima 04/05/2020
    1
  • Ponto negativo: Acredito que o governo não quer greve, mas as universidades estão sem reajustes fazem quase 4 anos. Poderiam autorizar pelo menos aumentos por gratificação de capacitação e progressão como por exemplo cursos de graduação, mestrado e doutorado!

    Ricardo Cezar Volert 02/05/2020
    0
  • Ponto positivo: O projeto tem boas intensões, mesmo que servidores estão sem reajustes fazem quase 4 anos nas universidades.

    Ricardo Cezar Volert 02/05/2020
    1
  • Ponto negativo: Os Governadores, dever ser responsabilizar e gerir o recurso que lhe cabe, de maneira honesta e transparente, dessa maneira o que realmente não teremos dúvidas sobre os impostos que realmente se vai se refletir em benefícios para o contribuinte. Cada um com sua responsabilidade, os Governantes devem ter a sua também.

    Fernando Marcos Santos Sales 02/05/2020
    0
  • Ponto negativo: Milhares de brasileiros ficarão sem melhorar o poder de compra, prejudicando assim milhares de famílias que já se encontram em dificuldades financeiras.

    Robério Espíndola Correa 01/05/2020
    2
  • Ponto positivo: Não existe pontos positivos para a população brasileira, nem tampouco ao funcionalismo público

    Robério Espíndola Correa 01/05/2020
    0
  • Ponto negativo: TODA E QQER MEDIDA TEM QUE COMEÇAR DE CIMA PARA BAIXO. ENFIM TEM QUE ACABAR COM BRASILIA OU BRASILIA VAI ACABAR COM O BRASIL.

    Claudir Capucci 01/05/2020
    0
  • Ponto negativo: Considero que sempre serão necessários Funcionários Públicos para o atendimento à população.

    MAURO A. G. DA COSTA 27/04/2020
    0

Enquetes populares nesta semana

  1. PEC 14/2021

    Altera o art. 198 da Constituição Federal para estabelecer o Sistema de Proteção Social e Valorização dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias, a aposentadoria especial e exclusiva, e fixar a responsabilidade do gestor local do SUS pela regularidade do vínculo empregatício desses profissionais.

  2. PDL 6/2024

    Susta os efeitosdo inciso I do art. 38 do Decreto nº 11.615, de 21 de julho de 2023, que regulamenta a Lei nº 10.826, de 22 de dezembro de 2003,para excluir exigência de distanciamento de entidades de tiro desportivo em relação a estabelecimentos de ensino no País.

  3. PL 2283/2021

    O Projeto de Lei 2283/21 estabelece procedimentos para avaliação de imóveis destinados a órgãos e entidades da administração pública federal no âmbito dos três Poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) e do Ministério Público, inclusive de empresas estatais ou sociedades de economia mista. Conforme o texto em análise na Câmara dos Deputados, as avaliações de bens imóveis serão resultado de análise técnica para identificar valores, custos ou indicadores de viabilidade econômica para determinados objetivos, finalidades e datas. O laudo deverá ser subscrito por engenheiro, arquiteto ou agrônomo. Os procedimentos para a realização do laudo de avaliação de imóveis serão: - análise da documentação disponível; - vistoria obrigatória, salvo exceções justificadas por escrito; - coleta e tratamento de dados; - diagnóstico de mercado; - escolha da metodologia; e - apresentação de resultado da avaliação. “Atualmente, não há nenhuma lei que regule os procedimentos para a avaliação desses imóveis”, afirmou o autor da proposta, deputado Fausto Pinato (PP-SP). “A vistoria é fundamental na apuração do correto valor, já que poderá constatar problemas estruturais e de acabamento ou mesmo irregularidades evidentes.” Tramitação O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

  4. PL 3949/2023

    Altera a Lei no 7.498, de 25 de junho de 1986, para estabelecer novas regras para a prescrição de medicamentos por enfermeiros autônomos em exercício em consultório ou clínica de enfermagem, bem como penalidades para o descumprimento da norma.

  5. PL 5405/2023

    Esta Lei altera o artigo 108 da Lei nº 10.406, de 10 de janeiro de 2002 (Código Civil), para dinamizar os contratos imobiliários.

  6. PEC 18/2022

    Acrescenta o § 9º-A ao art. 198 da Constituição Federal, para criar piso salarial diferenciado para os agentes comunitários de saúde e os agentes de combate às endemias detentores de formação técnica, nos termos que especifica.