Saúde

Congresso se ilumina de verde como alerta para os riscos do glaucoma

20/05/2022 - 13:13  

O prédio do Congresso Nacional se ilumina de verde no período deste sábado (21) a 24 de maio e entre os dias 26 e 31 de maio, em apoio à campanha 24 Horas pelo Glaucoma e ao Dia Nacional de Combate ao Glaucoma (26/05). A data foi criada com o intuito de conscientizar e alertar sobre essa patologia, que atinge cerca de 2% da população brasileira

O glaucoma é uma doença provocada pela elevação da pressão ocular em decorrência de dificuldade de drenagem do humor aquoso, liquido produzido dentro do olho com a função de nutrir as estruturas intraoculares e oculares. A enfermidade é incurável e, quando não tratada, pode levar à cegueira.

Sintomas
O glaucoma pode se desenvolver por meses ou anos de forma assintomática. Geralmente os sintomas só aparecem na fase mais avançada, quando o paciente já começa a perder a visão periférica, que é a visão indireta que ocorre no canto dos olhos e permite a visualização de objetos que estão fora do campo visual central sem que seja necessário virar a cabeça ou mover o olhar.

Fatores de risco
Pessoas que têm parentes portadores de glaucoma, indivíduos com mais de 40 anos, pacientes com alto grau de miopia e diabéticos devem estar ainda mais atentos à realização dos testes de rotina.

Diagnóstico
O glaucoma é diagnosticado por meio da medição da pressão intraocular. Às vezes podem ser necessários outros exames, como fundo de olho e campo visual.

Tratamento
O tratamento engloba desde a utilização de colírios que baixam a pressão ocular a cirurgias e uso de laser. Por ser uma doença crônica e incurável, que pode apenas ser controlada com o uso de recursos que impeçam seu avanço e a consequente perda da visão, sua detecção precoce é fundamental. A recomendação do Ministério da Saúde nesse sentido é a consulta anual a um oftalmologista.