Cultura

Exposição na Câmara homenageia o escritor e poeta florentino Dante Alighieri

18/10/2021 - 10:23  

A Câmara dos Deputados e a Embaixada da Itália realizam de 20 de outubro a 17 de dezembro de 2021 a mostra “Dante 700 anos: os olhos de Beatriz”. Sete séculos após sua morte, Dante Alighieri terá vida e obra celebradas pela exposição montada no Salão Negro do Congresso Nacional. A abertura no dia 19 de outubro (terça-feira) ocorre na Semana da Língua Italiana no mundo. A exposição tem curadoria do presidente da Academia Brasileira de Letras, Marco Lucchesi, estudioso da obra de Dante.

Na solenidade de abertura da exposição, apenas para convidados, o embaixador da Itália, Francesco Azzarello, doará um valioso fac-símile da obra “Codice Palatino 313”, que passará a integrar o acervo da Biblioteca da Câmara. Na mesma ocasião, todos os convidados receberão uma cópia do livro “Dante 700 anos: os olhos de Beatriz”, projeto que pretende ser uma contribuição aos estudos sobre Dante em língua portuguesa.

Visitação pode ser feita às segundas, quintas e sextas, das 9h às 17h, para o público em geral, mediante prévio agendamento pelos telefones (61) 3216-1770/3216-1771/3216-1772. Nas terças e quartas, a visitação é restrita ao público interno do Congresso, das 9h às 17h. A entrada é gratuita.

Divina Comédia
A mostra resgata a atualidade da Divina Comédia, principal obra do poeta florentino e um dos maiores monumentos literários da história do Ocidente. Nela, Dante, que também foi político e prior de Florença, expressa, em poesia sublime, toda a riqueza de seu pensamento filosófico, teológico, moral e político. Sendo um clássico, a Divina Comédia traz em seus mais de 14 mil versos uma miríade de temas perenemente atuais, tais como o amor, o mal, a busca pelo sentido da existência, o aspecto moral intrínseco à política, o perdão, entre outros.

O visitante fará uma “excursão” aos três reinos da Divina Comédia, obra traduzida para quase todas as línguas. Como Dante, conhecerá o Inferno, o Purgatório e o Paraíso - universo cosmológico e simbólico da obra.

Imagens e livros raros
A mostra proporciona uma imersão no conteúdo obtido a partir de diferentes instituições, com reprodução de imagens da Biblioteca Nacional e da Biblioteca da Câmara. Passará pela forte presença de Dante no Brasil, incluindo o Carnaval do Rio e propostas teatrais, como a coreografia de 300 dançarinos assinada por Regina Miranda nos anos de 1990 no Museu de Arte Moderna do Rio (MAM-RJ).

No cenário, livros raros da Câmara, traduções e estudos da Divina Comédia em livros, folhetos e cordéis, narrações e filmetes históricos. Outro destaque é para  as referências a Dante em discursos proferidos na Câmara dos Deputados, dos séculos 19 ao 21; e a perspectiva ética e política mais alta da Divina Comédia, que demarca a singularidade da visão de Dante enquanto místico, filósofo, político e poeta.

Dez módulos
Em “Dante 700 anos: os olhos de Beatriz”, são propostos 10 módulos ao visitante. O primeiro módulo é dedicado à vida de Dante, a Florença, às cidades estados, ao império e ao papado. Do segundo ao quinto módulo, o foco é a Divina Comédia, com uma viagem do Inferno ao Paraíso. Do sexto ao nono, a exposição situa Dante no Brasil, com sua influência na obra de poetas brasileiros; as traduções de sua obra desde as primeiras edições, no século 19; e o Dante político, influente inclusive no parlamento brasileiro. A décima e última parada traz as imagens do balé de Regina Miranda.

Serviço
Evento: Exposição “Dante 700 anos: os olhos de Beatriz”
Data: de 20 de outubro a 17 de dezembro
Local: Salão Negro do Congresso Nacional
Visitação: Segundas, quintas e sextas: das 9h às 17h, para o público em geral, mediante prévio agendamento pelos telefones (61) 3216-1770/3216-1770/3216-1771/3216-1772
Terças e quartas: das 9h às 17h, para o público interno do Congresso Nacional
Entrada gratuita