Institucional

Anunciados os agraciados com o Prêmio Nise da Silveira 2021

Prêmio anual é concedido a pessoas ou instituições que se destacam em ações de promoção da saúde mental. Entrega dos diplomas será feita em outubro.

01/09/2021 - 17:31  

A Câmara dos Deputados, por meio da Segunda-Secretaria, anunciou nesta quarta-feira (1º) os escolhidos para receber em 2021 o Prêmio Nise da Silveira de Boas Práticas e Inclusão em Saúde Mental, concedido anualmente a pessoas físicas ou jurídicas que se destacaram em ações de promoção nessa área. A escolha dos vencedores foi feita por um Conselho Deliberativo. A entrega dos  diplomas de Menção Honrosa está marcada para 20 de outubro, às 10h30.

Serão agraciados este ano:

-Hospital Psiquiátrico Professor Severino Lopes (RN): entidade beneficente cuja missão é ofertar atendimento aos dependentes químicos mediante internação hospitalar no momento da crise aguda;

-Associação de Pessoas com Transtornos Mentais, seus familiares, cuidadores e pessoas interessadas em saúde mental no estado do Piauí - Âncora: associação sem fins lucrativos que, desde 2001, presta serviços na defesa dos direitos das pessoas com sofrimento psíquico, no fortalecimento do protagonismo dos usuários e familiares e no impulsionamento de politicas publicas na área da saúde mental;

-Evaldo Melo de Oliveira (PE): médico psiquiatra e psicanalista. Na Prefeitura do Recife implantou a rede de atenção às pessoas com problemas decorrentes do uso de álcool e outras drogas em todos os distritos sanitários da cidade;

-Hospital Mahatma Gandhi (SP): com 50 anos de fundação, atende pacientes acometidos de problemas mentais (particulares, conveniados e pelo SUS) provenientes de Catanduva e 102 municípios da região;

-Rostan Silvestre da Silva (AL): médico psiquiatra conhecido pela atenção ao paciente em seus atendimentos e pela dedicação na psiquiatra, psicoterapia individual e de grupo.

Instituído pela Resolução 1/2019, e regulamentado pelo Ato da Mesa 87/2019, o Prêmio Nise da Silveira tem como objetivo reconhecer e incentivar pessoas e instituições que contribuíram ou têm contribuído ativamente na política de cuidado sustentada no respeito integral às pessoas que se encontram em sofrimento psíquico e situação de vulnerabilidade. Seu nome homenageia a médica psiquiatra reconhecida por humanizar o tratamento psiquiátrico no Brasil.

Mais informações estão disponíveis na página da Segunda-Secretaria.