Comunicação

LabTalks desta sexta (11) debate mineração de dados sobre gênero e política

09/06/2021 - 16:43  

O Laboratório Hacker vai debater nesta sexta-feira (11), a partir das 15h, o processo de mineração e análise de dados utilizado pela plataforma Elas no Congresso, com transmissão pelo YouTube. Esse projeto usa os dados públicos disponibilizados pela Câmara dos Deputados e Senado Federal para monitorar os direitos das mulheres no Poder Legislativo.

Foi convidada para participar desta edição a jornalista investigativa Bárbara Libório, uma das coordenadoras do projeto. Ela é editora da revista AzMina, que divulga várias reportagens cruzando informações sobre gênero e política. Também participa do debate o servidor Fabricio Rocha, responsável pelo serviço de dados abertos da Câmara dos Deputados.

Robô e ranking de deputados

A iniciativa do Elas no Congresso foi selecionada pelo Google News Initiative na América Latina, um programa de incentivo ao jornalismo na era digital, entre mais de 300 propostas. Em 8 de março de 2020, Dia Internacional da Mulher, as três jornalistas responsáveis, que trabalhavam na revista AzMina, fizeram o lançamento da primeira etapa: colocaram uma robô no twitter (@elasnocongresso) para divulgar as tramitações diárias de projetos de lei sobre temas de gênero.

Na segunda etapa, em junho de 2020, foi divulgado um site com o ranking dos parlamentares conforme a atuação deles nessa temática. A pontuação é recebida de acordo com projeto apresentado ou ainda pela votação do parlamentar em outras propostas.
A avaliação de cada proposição é feita por organizações da sociedade civil com trabalhos ligados aos direitos das mulheres, como Instituto Maria da Penha, Instituto Patrícia Galvão, Themis, Artigo 19, Observatório da Violência Obstétrica no Brasil, entre outras. Bárbara vai explicar, neste bate papo informal, a metodologia utilizada no Elas no Congresso e a importância de tornar o monitoramento legislativo mais acessível para a sociedade, a imprensa e as organizações que defendem as causas de gênero.

Participação on-line

O LabTalks - explorando ideias na quarentena reúne pessoas interessadas em contar suas experiências, novas propostas e curiosidades, com temáticas ligadas a tecnologia, inovação e democracia. Os encontros virtuais têm duração de uma hora e são realizados quinzenalmente, às sextas-feiras, a partir das 15 horas.

Para participar do LabTalks não há necessidade de inscrição. É só acessar o canal do LabHacker no YouTube e, se quiser, mandar dúvidas ou comentários pelo chat. As participações serão lidas durante o bate-papo, aumentando a interação e enriquecendo o tema.

Serviço:

LabTalks – explorando ideias na quarentena: "Análise de dados sobre gênero e política"
Encontros informais sem necessidade de inscrição
Data: sexta-feira, 11 de junho
Horário: 15h
Local: canal do LABHacker no YouTube