Saúde

Congresso Nacional adere à Campanha de Conscientização da Asfixia Perinatal

25/09/2020 - 16:25  

O prédio do Congresso Nacional estará iluminado de verde, a partir desta sexta-feira (25) até o dia 30 de setembro, em alusão ao mês da Campanha de Conscientização da Asfixia Perinatal, também chamado de "Setembro Verde Esperança".

De maneira geral, a asfixia perinatal refere-se à diminuição do fluxo sanguíneo placentário e pode acontecer antes, durante ou após o parto, decorrente de descolamento da placenta, rompimento do útero, nó verdadeiro de cordão, entre outras causas, o que leva à falta de oxigenação no momento do nascimento.

A asfixia perinatal está entre as principais causas de sequelas neurológicas graves como paralisia cerebral, cegueira ou surdez em bebês.

Noventa por cento dos casos ocorrem no período ante ou intraparto. Os casos restantes, pós-parto, são secundários a doenças pulmonares, cardiovasculares ou neurológicas.

Prevenção

Ter acompanhamento pré-natal e assistência adequada no parto são as maneiras de se diminuir as chances do problema. Também estratégias eficazes para a redução de morte ou lesão neurológica permanente nesses bebês são internacionalmente aplicadas, mas no Brasil apenas uma pequena parte dessa população recebe o tratamento adequado.

Incidência

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), 1 a cada 1.000 nascidos vivos morre por asfixia em países desenvolvidos. Esta taxa aumenta para 7 a cada 1.000 nascidos vivos em países em desenvolvimento.