Meio ambiente

Seminário na Câmara discute a importância das comunidades para a conservação do Cerrado

09/09/2019 - 10:56  

A Câmara dos Deputados realiza nesta quarta-feira (11), às 13h30, no Auditório Nereu Ramos, um seminário para debater a importância dos povos e comunidades para a conservação do Cerrado. O evento, uma parceria do EcoCâmara e da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, faz parte da programação do IX Encontro e Feira dos Povos do Cerrado.

Durante o seminário, assim como no encontro, serão reunidas lideranças de povos e comunidades tradicionais, agricultores familiares e organizações de apoio e assessoria que trabalham na defesa da conservação do Cerrado e na garantia dos direitos de seus povos.

O evento, que ocorre no Dia do Cerrado, busca debater de que maneira os povos e comunidades têm contribuído para a conservação do bioma e como fortalecer as ações que estão em curso. A discussão se insere na aproximação do movimento com o Poder Legislativo a fim de garantir a ampliação de direitos territoriais, sociais, econômicos, culturais associados aos povos, comunidades e ao Cerrado.

O bioma

O Cerrado é o segundo maior bioma da América do Sul, ocupando uma área de 2.036.448 km2, cerca de 22% do território nacional, de acordo com o Ministério do Meio Ambiente. Em tamanho, perde apenas para a Amazônia. Nesse espaço territorial encontram-se as nascentes das três maiores bacias hidrográficas da América do Sul (Amazônica/Tocantins, São Francisco e Prata), o que resulta em um elevado potencial aquífero e favorece a sua biodiversidade.

 

Serviço

Seminário para debater a importância dos povos e comunidades para conservação do Cerrado

Data: quarta-feira, 11 de setembro

Hora: 13h30

Local: Auditório Nereu Ramos, Anexo II da Câmara dos Deputados