CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Sessão: 388.3.55.O Hora: 18h52 Fase: BC
  Data: 11/12/2017

Sumário

Críticas ao Partido dos Trabalhadores e à Central Única do Trabalhadores - CUT pela distribuição de panfletos difamatórios por ocasião da reforma da Previdência.

O SR. ALBERTO FRAGA (DEM-DF. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, esta Casa e os meus amigos conhecem a minha posição a respeito da reforma da Previdência. Mas não posso deixar de falar da forma de política rasteira que o PT, lamentavelmente, vem fazendo aqui em Brasília. Solta panfletos como se adivinhasse o voto do Parlamentar, achando que, com isso, vai mudar a opinião do Parlamentar. O interessante é que, dos oito Deputados de Brasília, o único santo, a única Deputada que vai votar contra a reforma é a Deputada do PT. Esse é um panfleto patrocinado, evidentemente, pelos sindicatos filiados à CUT.
Imagino se fizéssemos esse tipo de política rasteira, leviana, baixa, como é que não estaria o Partido dos Trabalhadores hoje diante de um quadro de tantas denúncias de corrupção? Nós não sabemos fazer isso. Não fazemos, talvez, por uma questão de índole e ética.
Ganhei 30 mil reais de indenização da CUT exatamente por causa de um panfleto desses. V.Exas. sabem que os sindicatos perderam agora a contribuição sindical. Já mandei o meu advogado entrar de novo. Já ganhei 30 mil reais e vou ganhar mais dinheiro do sindicato. Sei lá que diabo é SINDSEP. Nem existe mais isso. É filiado à CUT, aquela CUT pelega, que faz esses movimentos - ou fazia, pelo menos, quando tinha verba.
Acho que é desnecessário esse tipo de comportamento de querer adivinhar o voto do colega, de usar as redes sociais para atacar os colegas. Isso é tão baixo, é tão desnecessário que fico até encabulado quando vejo alguns colegas, inclusive amigos que tenho dentro do próprio Partido dos Trabalhadores, que me conhecem e sabem da minha posição. Mas aí, há aquelas pessoas que querem aparecer. Isso aqui nada mais é do que tentar aparecer. É aquela história: se a sua estrela não brilha, não queira apagar o brilho das outras.
Isso aqui não vai mudar em absolutamente nada! Agora, eu não dou entrevista ao Datafolha nem ao Estadão, dizendo qual é o meu voto. Parem de encher o saco! Pensem mais numa possível reeleição de V.Exas. Isso é muito melhor do que ficar escrevendo, gastando dinheiro com esses panfletos que não servem para absolutamente nada, porque o povo brasileiro já conhece...
(Desligamento automático do microfone.)



PARTIDO DOS TRABALHADORES (PT), CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES (CUT), ATUAÇÃO, CONTRA, REFORMA PREVIDENCIÁRIA (2016), PROTESTO.
oculta