CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Sessão: 362.3.55.O Hora: 14h24 Fase: BC
  Data: 28/11/2017

Sumário

Lançamento da Frente Parlamentar Mista por um Brasil sem Jogos de Azar.

O SR. ROBERTO DE LUCENA (PV-SP. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, faço o registro, neste plenário, de que, na última semana de trabalhos desta Casa, lançamos a Frente Parlamentar Mista por um Brasil sem Jogos de Azar, que tem exatamente como objetivo equalizar, equilibrar o debate trazido para esta Casa sobre a legalização dos jogos de azar.
O Brasil, senhoras e senhores, não está preparado para legalizar os jogos de azar. A Polícia Federal, o Ministério Público, a Receita Federal são contrários, porque nós não temos quadro, nós não temos instrumentos, nós não temos ferramentas que possibilitem o monitoramento do sistema de forma a evitar que os crimes de lavagem de dinheiro e caixa dois possam se desenvolver e se dar nesse ambiente.
Além disso, nós também precisamos, com muita honestidade, colocar sobre a mesa nesse diálogo a questão do custo social implicado na legalização dos jogos de azar. O custo é social. O ganho do jogo é o lucro, e o lucro é privado! Acontece que, com muita honestidade, é preciso que seja dito nesta Casa, às claras, para o Brasil, quanto custará para a sociedade a contratação de novos quadros, novos concursos, para o monitoramento desses sistemas em relação à segurança pública, o que nós teremos que gastar a mais na saúde pública para prevenir a ludopatia e desdobramentos em consequência da legalização dos jogos de azar no Brasil.
Precisamos também compreender por que o Japão, uma das maiores potências do mundo, ainda não legalizou os jogos, e por que a Geórgia, nos Estados Unidos, decretou moratória na expansão dos negócios dos jogos.
Portanto, é preciso que o Congresso Nacional não faça uma discussão açodada e irresponsável, tirando das gavetas do Congresso um assunto que dormia há quase três décadas e que, de repente, é trazido com toda a força de um poderoso lobby que tem procurado sensibilizar as Sras. Deputadas e os Srs. Deputados.
Quero aqui registrar o lançamento desta frente, e o nosso objetivo é exatamente equilibrar o debate e chamar a atenção da sociedade, chamar a atenção desta Casa para este fato: o Brasil não está preparado para legalizar os jogos de azar.
Obrigado, Sr. Presidente.
O SR. PRESIDENTE (JHC) - Agradeço ao Deputado Roberto de Lucena.



FRENTE PARLAMENTAR MISTA POR UM BRASIL SEM JOGOS DE AZAR, LANÇAMENTO.
oculta