CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Sessão: 314.3.55.O Hora: 12h16 Fase: CG
  Data: 19/10/2017

Sumário

Comissão Geral para debate das políticas públicas para a primeira infância.

O SR. DEPUTADO ROBERTO DE LUCENA - Ilustre Deputada Mariana Carvalho, digna Presidente desta Comissão Geral, por meio da qual cumprimento todas as Sras. Deputadas e todos os Srs. Deputados, saúdo V.Exa. pela iniciativa brilhante de proposição da realização desta Comissão Geral. Cumprimento também o Senador José Medeiros, Presidente da Frente Parlamentar Mista da Primeira Infância.
Com muita satisfação e com muito orgulho, cumprimento o Ministro Osmar Terra, Deputado Federal dos mais brilhantes, dos mais atuantes, uma referência na Câmara dos Deputados e hoje o grande Ministro que está estabelecendo um marco com seu efetivo trabalho à frente do Ministério do Desenvolvimento Social do nosso País.
Quero saudar respeitosamente a comitiva da Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa da China, na pessoa do Sr. Lu Mai, que tivemos a oportunidade de ouvir há poucos minutos.
Sra. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, senhoras e senhores convidados, é verdade que nós não estamos hoje onde poderíamos estar, em relação às políticas públicas voltadas para a infância e, no caso, para a primeira infância. No entanto, eu comemoro o fato de que, mesmo que nós não estejamos onde poderíamos estar e onde deveríamos estar, nós avançamos em relação ao ponto em que já estivemos.
Nós tivemos avanços importantes, Deputada Mariana, quando esta Casa fez a reflexão que ofereceu ao Brasil o Estatuto da Criança e do Adolescente e a estrutura dos Conselhos Tutelares. Esses avanços foram construindo esse ambiente que temos relativo à especial, necessária e obrigatória atenção que o Estado brasileiro deve dar às nossas crianças e aos nossos adolescentes.
Mais recentemente, o Governo, numa iniciativa brilhante, coordenada pelo Ministério do Desenvolvimento Social, apresentou ao Brasil o Programa Criança Feliz.
Estamos dando passos e, ao mesmo tempo em que digo que não estamos onde poderíamos ou deveríamos estar, quero comemorar esses avanços. Eu quero comemorar nesta Casa o grande trabalho feito por V.Exa., Ministro, e pelos Deputados e Senadores que compõem a Frente Parlamentar Mista da Primeira Infância.
O Livro Sagrado diz: "Ensina à criança o caminho em que deve andar, e mais tarde ela não se desviará dele".
Esse "ensina à criança" não é apenas em relação à educação, mas também a tudo o que envolve a proteção da criança. E eu quero aqui falar da necessária proteção da primeira infância, desde a vida intrauterina. Esse deve ser o grande compromisso do Estado.
O investimento na primeira infância é o melhor e o mais estratégico investimento que existe, é uma obrigação do Estado. Esse investimento, cumprido, irá refletir no bem-estar coletivo, criando uma sociedade mais justa e solidária, com capital humano qualificado e melhores oportunidades para todos.
Quero ainda lembrar, Sra. Presidente, ao falar do Livro Sagrado, que, quando nasceram Moisés e Jesus, suas gerações pagaram um alto preço. Houve perseguição às crianças daquelas gerações. Da mesma forma, temos visto frequente e insistente ataque à atual geração de crianças, seja através da mídia, seja através de tudo o que é feito em nome da cultura para afrontar e atacar as crianças e os adolescentes.
Por isso é importante e necessário que nós nos levantemos para proteger esta geração, porque, sem dúvida, no meio dela estão os líderes que vão transformar este País e que serão as grandes referências na passagem para o Brasil que nós queremos.
Eu sou avô da senhorita Lívia, com 10 de idade, e da senhoria Lorena, uma figurinha de 1 ano e meio de idade. Em nome delas e do Partido Verde, mais uma vez, cumprimento V.Exas. por esta iniciativa e também me coloco à disposição para que possamos nos mobilizar e fazer um trabalho forte em defesa da criança e da primeira infância.
Muito obrigado. (Palmas.)
A SRA. PRESIDENTA (Deputada Mariana Carvalho) - Muito obrigada, Deputado Roberto de Lucena.



COMISSÃO GERAL, DEBATE, POLÍTICA PÚBLICA, PRIMEIRA INFÂNCIA.
oculta