CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Sessão: 233.3.52.O Hora: 17h14 Fase: GE
  Data: 30/08/2005

Sumário

Incompatibilidade entre a atuação do Presidente da Casa, Deputado Severino Cavalcanti, e as exigências para o exercício do cargo.

O SR. FERNANDO GABEIRA (PV-RJ. Reclamação. Sem revisão do orador.) - Muito obrigado. V.Exa. tem de prestar mais atenção.
Sr. Presidente, V.Exa. concedeu à Folha de S. Paulo entrevista incompatível com o cargo de Presidente da Câmara dos Deputados. V.Exa. interferiu, em nome da Câmara dos Deputados, em favor de empresa que mantém trabalho escravo. Telefonou para a Ipiranga, empresa particular, assim como para a BR Distribuidora, empresa estatal.
V.Exa. se comporta de maneira indigna do cargo de Presidente da Câmara dos Deputados. Estou apresentando esta reclamação porque ainda não posso representar contra V.Exa. no Conselho de Ética, uma vez que sou Deputado isolado. Mas afirmo que V.Exa. está em contradição com o Brasil. A sua presença na Presidência da Câmara é um desastre para a imagem do Brasil!
Ou V.Exa. fica calado, ou vamos iniciar movimento para derrubá-lo!
O SR. PRESIDENTE (Severino Cavalcanti) - Deputado, recolha-se à sua insignificância e não faça insinuações que só cabem a V.Exa. Eu não as aceito!
O SR. FERNANDO GABEIRA - Voltaremos.



SEVERINO CAVALCANTI, PRESIDENTE, CÂMARA DOS DEPUTADOS, CONDUTA, INCOMPATIBILIDADE, CARGO PÚBLICO.
oculta