CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Sessão: 207.2.55.O Hora: 12h50 Fase: BC
  Data: 29/08/2016

Sumário

Crítica ao discurso da Presidente da República afastada, Dilma Rousseff, em sessão plenária do Senado Federal destinada ao julgamento do pedido de impeachment. Expectativa de afastamento definitivo da petista.

O SR. BRUNO COVAS (PSDB-SP. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, Sras. Deputadas, Srs. Deputados, estava no Senado Federal acompanhando o discurso da Presidenta Dilma Rousseff, esperando que ela fosse mais "humilda" e pudesse reconhecer os seus erros, que ela fosse mais "transparenta" e pudesse contar ao povo brasileiro tudo aquilo que ela, Lula e o PT aprontaram nesses 13 anos, mas, infelizmente, não é isso o que está acontecendo.
A Presidente chegou a dizer o seguinte: "A Constituição proíbe, mas eu quero acreditar que ela também atribui. Ela atribui e proíbe. Ela proíbe e atribui". Ela mostrou também que é bem "inteligenta". Infelizmente, não consigo entender essa frase da Presidente Dilma. Tudo bem. Se há uma coisa que vai deixar saudades, são essas frases maravilhosas que nós podíamos replicar pelas mídias sociais e com elas nos divertir.
Mas não há nenhuma diversão na situação a que chegou o País: tem 12 milhões de desempregados e uma dívida impagável. O País está quebrado e tem uma herança maldita deixada por Dilma, pelo PT e por seus partidos satélites.
O povo foi às ruas. E colocaram no papel a Dra. Janaína Paschoal, o Prof. Miguel Reale Júnior e o Prof. Hélio Bicudo o que realmente Dilma havia feito, mostraram os crimes de responsabilidade que ela cometeu. O Congresso Nacional disse: "Presidenta, a senhora pode gastar cem". E ela editou decretos que ultrapassavam o limite de gastos estabelecidos pelo Congresso. Rasgou a Constituição Federal.
No dia de hoje, a nossa jovem democracia dá um passo adiante e diz que não basta ter 50 milhões de votos. A Constituição é para todos, a lei é para todos. Quem comete crime de responsabilidade fiscal não vai continuar a presidir este País.
Eu espero que hoje ou no mais tardar amanhã o Senado conclua aquilo que se iniciou na Câmara dos Deputados e afaste de forma definitiva a Presidente Dilma Rousseff.
Muito obrigado.



CRÍTICA, PRONUNCIAMENTO, DILMA ROUSSEFF, PRESIDENTE DA REPÚBLICA AFASTADO, SENADO FEDERAL, JULGAMENTO POLÍTICO, IMPEACHMENT. DEFESA, APROVAÇÃO, SENADO FEDERAL, IMPEACHMENT, DILMA ROUSSEFF, PRESIDENTE DA REPÚBLICA AFASTADO.
oculta