CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Sessão: 173.4.55.O Hora: 14h44 Fase: BC
  Data: 04/07/2018

Sumário

Protesto contra o afastamento do delegado de Polícia Civil responsável por investigações de pedofilia no Município de Itapajé, Estado do Ceará. Repúdio à atuação do Governador Camilo Santana.

O SR. DANILO FORTE (PSDB-CE. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, o que me traz a esta tribuna, seguindo a linha dos meus conterrâneos, os Deputados Vitor Valim e Chico Lopes, é a grande preocupação hoje da família cearense com a violação dos direitos humanos em nosso Estado. Foco o meu Município de Itapajé, de que tenho orgulho, local de nascimento da minha família, de minha mãe e de meu pai.
Causa uma grande perplexidade o modus operandi da polícia, da área de segurança do Estado do Ceará. Repete-se o modelo de 2016, quando o Delegado Pedro Henrique, de Sobral, que investigava e apurava fatos relacionados ao roubo de gado no Município, de uma hora para outra foi afastado e mandado de volta para o Estado de origem o Espírito Santo.
Agora, em Itapajé, no dia 19 de junho, o delegado que apurou mais de 50 casos de pedofilia, que identificou 17 pedófilos e que conseguiu colocar na cadeia 6 pedófilos foi simplesmente afastado da delegacia do Município e mandado de volta para o Estado dele o Rio Grande do Norte.
É uma fórmula capaz de inibir a reação, inclusive da própria população, que fica atordoada. Mas a população de Itapajé foi às ruas, com mais de 5 mil pessoas, protestar exatamente contra essa omissão, essa ausência. Até agora Itapajé não tem delegado para assumir as diligências, nem para dar continuidade aos inquéritos, nem sequer para pedir a prorrogação temporária da prisão dos pedófilos que já estão presos.
Neste momento, há uma CPI no Senado Federal presidida pelo Senador Magno Malta. Esperamos poder também incluir nessa CPI esses crimes, esses casos, esses abusos que estão ocorrendo em Itapajé como uma epidemia. Na última semana, com Itapajé sem delegado, nós tivemos a identificação de mais cinco casos, Deputado Moses Rodrigues, inclusive um caso em flagrante arguido junto ao IML de Sobral.
É essa a situação da tragédia, do descaso, do desrespeito, da desumanidade com essas crianças. Aquele que tem acesso ao depoimento dos pais tem vontade de chorar, Deputado Rodrigo Maia. Uma criança disse que era usada e depois lavada com água sanitária. Era tamanha a violência sofrida por uma criança de 6 anos de idade dentro de uma instituição religiosa.
O que queremos não é fazer política com isso; nós queremos é que a polícia condene esses malfeitores, consiga colocar na cadeia esses criminosos que estão aviltando e traumatizando as crianças do Município de Itapajé. Queremos que a polícia seja capaz de dar continuidade ao processo, e não à omissão, e não à negação, e não ao descaso que vem acontecendo.
Por isso eu acho importante que todas as pessoas de bem, que todas as famílias itapajeenses continuem na sua labuta, continuem na sua luta, continuem no seu desejo de justiça, para que seja apurado não só o caso daqueles delinquentes que já estão presos como também outros casos que estão ocultados e as sombras que estão manipulando a atividade policial, que estão manipulando a política junto ao Governo do Estado para deixar o Município acéfalo no que diz respeito à política de segurança.
Se não bastasse tudo isso - estava marcada para hoje a inauguração do BPRaio em Itapajé -, simplesmente o contingente policial que iria para Itapajé foi redistribuído para Barbalha, cidade natal do Governador Camilo Santana. Para a cidade dele vai o BPRaio, para a nossa fica a omissão, fica o vazio, fica a falta de segurança e fica o medo das crianças, que nem sequer querem ir à aula, com receio de serem afrontadas por mais um pedófilo desses.



PEDOFILIA, INVESTIGAÇÃO CRIMINAL, DELEGADO DE POLÍCIA, AFASTAMENTO, ITAPAJÉ (CE), CONTRÁRIO. CAMILO SANTANA, GOVERNADOR, CEARÁ, GESTÃO, REPÚDIO.
oculta