CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Sessão: 158.3.55.O Hora: 9h8 Fase: BC
  Data: 14/06/2017

Sumário

Registro sobre matéria publicada pela revista CartaCapital a respeito da relação do Presidente Michel Temer com empresários do grupo JBS. Anúncio de apresentação pelo Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, de denúncia contra o Presidente da República por prática de corrupção, organização criminosa e obstrução da Justiça. Inadmissibilidade da utilização do Congresso Nacional como balcão de negócios.

O SR. LUIZ COUTO (PT-PB. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, a CartaCapital desta semana traz uma matéria sobre a relação Temer-JBS, que está desaguando numa guerra total. O título da matéria é "Carnificina: prisões, dossiês, jatinho, intrigas... O caso Temer-JBS Deságua em Guerra Total".
O André Barrocal diz que essa carnificina virou cangaço: "Às vésperas de ser denunciado à Justiça, Temer parte para uma ofensiva de golpes baixos contra seus algozes". É o golpe contra Janot, contra Fachin, contra Joesley, contra aqueles que ele chama de algozes, inclusive impedindo, através de medida provisória, que aqueles que denunciaram ou delataram possam ter empréstimo junto aos bancos oficiais.
Agora, ele usa do expediente de chamar os Governadores para um "toma lá, dá cá". Prometeram isso para aprovar aquele processo do Estado do Rio de Janeiro e do Estado do Rio Grande do Sul, mas não o fizeram. Agora, o Palácio do Jaburu virou um restaurante. Tem café da manhã, tem almoço e tem jantar; e algo a mais, além da comida, é oferecido.
Mas o Procurador Janot não fica esperando pela investida desse Governo golpista. Segundo a matéria, Janot prepara uma denúncia por corrupção, organização criminosa e obstrução da Justiça. Pedirá a condenação do Sr. Michel Temer, a perda do cargo e, o que é mais importante, a prisão desse Presidente, por obstrução da Justiça.
Sobre esse aspecto, Sr. Presidente, eu gostaria de dizer que este Congresso Nacional não pode continuar recebendo maldades, crueldades e perversidades, que sua base aceita em troca de cargos, emendas, jantares, almoços, cafés da manhã e promessas. E o rombo do Tesouro cresce cada vez mais.
Agora, o Presidente promete que vai liberar recursos do BNDES para os Governadores, mas há uma troca: os Governadores devem pressionar a bancada de seus Estados no sentido de votar as propostas indecorosas desse Governo ilegítimo. Chama os governadores e promete que vai abrir os cofres do BNDES, através do "toma lá, dá cá", mas quer a interferência para que eles não venham. Virou cangaço às vésperas da denúncia.
Sr. Presidente, eu espero que esse Presidente possa renunciar ou ser cassado, porque não dá para continuar desse jeito.
Gostaria que este pronunciamento fosse divulgado pelos meios de comunicação da Casa, bem como no programa A Voz do Brasil.
O SR. PRESIDENTE (Carlos Manato) - Muito obrigado, Deputado.



ARTIGO DE REVISTA, CARTACAPITAL, COMPROMETIMENTO, MICHEL TEMER, PRESIDENTE DA REPÚBLICA, JBS. MICHEL TEMER, PRESIDENTE DA REPÚBLICA, ATUAÇÃO, MANUTENÇÃO, CARGO ELETIVO. RODRIGO JANOT, PROCURADOR DA REPÚBLICA, APRESENTAÇÃO, DENÚNCIA, MICHEL TEMER, PRESIDENTE DA REPÚBLICA, CORRUPÇÃO, ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA, OBSTRUÇÃO DA JUSTIÇA.
oculta