CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Sessão: 143.4.55.O Hora: 19h0 Fase: BC
  Data: 06/06/2018

Sumário

Transcurso do 14º aniversário de fundação do PSOL.

O SR. CHICO ALENCAR (PSOL-RJ. Como Líder. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, Deputados e Deputadas, servidores e todos os que acompanham esta sessão, uso este tempo da Liderança do Partido Socialismo e Liberdade para falar dele não por acaso.
No dia 6 de junho de 2004, há exatos 14 anos, nosso partido nascia. No ano seguinte, em setembro, conseguiu seu registro eleitoral. E nós sempre nos empenhamos, inclusive, com uma força juvenil muito grande dos fundadores, e nos constituímos como novo partido contra a velha política.
Nascemos, é claro, com o impulso de movimentos sociais importantes, de movimentos populares, mas também com uma base parlamentar pequenininha, que nascia fruto, à época, do ponto de vista institucional, de divergências com o PT; o PT que tinha chegado, inclusive, com o nosso voto ao Governo da República, em 2002.
"Lula lá, é a gente junto", campanha memorável, esperanças ascendidas, mas frustrações também em muitos aspectos iniciadas até precocemente, a começar pela orientação da ortodoxia econômica. Henrique Meirelles, esse que hoje se pretende candidato da massa falida do MDB e do Governo Michel Temer, esse agora de quem a Polícia Federal quer quebrar o sigilo telefônico - é bom lembrar isso -, era o Presidente do Banco Central do Governo Lula, o homem forte da moeda brasileira e da política que acabava seguindo a trilha que dizem ser inevitável do pensamento único neoliberal, do superávit primário.
Portanto, nascemos nessa crítica que jamais confundimos, em relação ao PT, com conspiração e muito menos golpe parlamentar e destituição de quem foi eleito.
De toda forma, essa construção do PSOL é uma construção bonita, viva, crescente. Nós somos ainda um pequeno partido, mas com vocação de grandeza, movido a ideias, causas, propostas, princípios, repudiando toda forma degenerada de política como o clientelismo, o fisiologismo, o toma lá, dá cá, o eleitoralismo. Nós queremos ter vida permanente, constante, também fora dos períodos eleitorais e também fora das instituições do Estado burguês brasileiro, seja um governo, sejam legislativos, mas queremos estar dentro deles também para trazer para cá o Brasil real que luta e sonha.


PARTIDO SOCIALISMO E LIBERDADE (PSOL), ANIVERSÁRIO DE FUNDAÇÃO, HOMENAGEM.
oculta