CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Sessão: 140.3.55.O Hora: 16h0 Fase: BC
  Data: 31/05/2017

Sumário

Razões da impopularidade do Governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg.

O SR. ALBERTO FRAGA (DEM-DF. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, o Governador Rodrigo Rollemberg, há exatamente 2 anos e 5 meses, assumiu o Governo do Distrito Federal com o discurso de que seria o salvador da pátria.
Prometeu eleições diretas para as administrações regionais, prometeu o bilhete único para o transporte coletivo, prometeu reduzir a violência e prometeu, principalmente, devolver ao povo de Brasília o orgulho de ser brasiliense.
Mas não fez nada do que prometeu durante sua campanha política. O que ele fez? Aumentou impostos, aumentou a passagem de ônibus, não conseguiu frear a violência desordenada no Distrito Federal. Não bastasse isso, adotou medidas muito duras contra o pobre no Distrito Federal.
O que ele fez com os restaurantes comunitários que concediam uma refeição de um real, um prato de comida para o pobre poder se alimentar? Ele simplesmente fechou alguns restaurantes comunitários e aumentou o preço daqueles restaurantes que ficaram abertos, como se isso fosse dar lucro ao Governo. Não sei o que se passa na cabeça desse Governador impopular.
Agora, finalmente, o GDF está acima do limite prudencial. Desde 2015 está acima 47,8% da Lei de Responsabilidade Fiscal. Qual é a consequência disso? Ele não pode fazer contratações, não pode sequer conceder reajustes aos servidores, graças à incompetência do Governador Rodrigo Rollemberg.
Para que V.Exas. tenham ideia, os investimentos em obras caíram mais de 200%. Em 2014, ele investiu somente 1 bilhão e 400 milhões de reais em obras. A incompetência foi tão grande que somente em 2016 ele conseguiu investir 500 milhões de reais. Vai ser incompetente assim no inferno! É por isso que o governo de Rodrigo Rollemberg amarga 85,7% de rejeição.
Sr. Presidente, a população brasiliense está sofrendo pelo desgoverno. Era um Governo que se mostrava socialista, mas parece-me que não adotou nenhuma medida que viesse satisfazer a sociedade.
É cabeçada atrás de cabeçada. Todo mundo sabe que o Governador Rollemberg adora uma festa. Quanto a isso, ele fica em primeiro lugar. Se há festa, ele está lá. Mas se há trabalho, ele corre porque não nasceu para isso.
Muito obrigado.



CRÍTICA, RODRIGO ROLLEMBERG, GOVERNADOR (DISTRITO FEDERAL), FALTA, CUMPRIMENTO, COMPROMISSO, CAMPANHA ELEITORAL.
oculta