CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Sessão: 138.3.55.O Hora: 15h2 Fase: BC
  Data: 30/05/2017

Sumário

Responsabilização de partidos políticos pela depredação do patrimônio público em recentes manifestações públicas. Apoio à convocação das Forças Armadas brasileiras para contenção da violência durante mobilização popular. Incompetência do Governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, demonstrada na omissão de ações contra tumulto em manifestação pública.

O SR. ALBERTO FRAGA (DEM-DF. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, semana passada, em detrimento da perspectiva de uma manifestação pacífica e ordeira, atos de vandalismo foram praticados por elementos patrocinados por alguns partidos políticos, conhecidos da mídia e da polícia, que vieram ao Distrito Federal e, pela segunda vez, destruíram alguns prédios na Esplanada dos Ministérios.
E aí eu ouvi aqui no plenário alguns Deputados da Oposição dizerem que era um absurdo o emprego das Forças Armadas. Para esconder aquela vergonha, porque hoje o brasileiro não aceita mais esse tipo de manifestação, como sempre, acharam um culpado: a Polícia Militar.
E ainda reclamaram do emprego das Forças Armadas. Mas elas só entraram em forma depois do que tinha acontecido. Portanto, não tiveram nenhuma participação nos eventos. Mas para aqueles que se mostraram mais exaltados, eu queria dizer que deveriam ter tido o mesmo comportamento com as convocações feitas anteriormente. As Forças Armadas já foram empregadas 27 vezes - nas Olimpíadas, na Copa do Mundo, para subir morro no Rio de Janeiro -, e eu não ouvi ninguém falar absolutamente nada a respeito disso.
E eu digo uma coisa, Deputado Vitor: se o Exército pegasse aqueles moleques, aqueles baderneiros e desse pancada mesmo, ninguém ia falar nada, porque é assim que acontece. O Exército é treinado para eliminar o inimigo.
Os policiais militares foram agredidos, oito deles estão no hospital, e não vejo esse mesmo sentimento da população brasileira.
Portanto, eu não tenho absolutamente nada contra a convocação das Forças Armadas. Até acho que deveria ter mais participação do efetivo, para sair do ostracismo de ficar dentro dos quartéis.
Eu dizia aqui: a Polícia Militar, que tem o treinamento específico, vai atuar diretamente sobre a turba, e o Exército vai proteger o patrimônio, que aqueles vândalos, patrocinados por sindicatos e incentivados por muitos Parlamentares, invadiram e tocaram fogo, a exemplo do que fizeram no Ministério da Agricultura. Se o Exército estivesse lá, com o efetivo que tem disponível, nada daquilo teria acontecido.
É dai que vem a incompetência do Governador do Distrito Federal. Até parece que está muito distante do Palácio do Planalto e que uma ligação não resolveria o problema. Faltou comunicação e faltou competência, mais uma vez, por parte do Governo do Distrito Federal. A Polícia Militar do Distrito Federal já atuou - e sempre deu conta do recado - e vai continuar atuando em várias manifestações aqui.
Quando se espera uma manifestação pacífica, e infiltrados - essa é a desculpa da Oposição - partem para a quebradeira, eu não vejo outra forma de pará-los senão usando força moderada. Não há outra maneira. Quem tem a fórmula mágica que a apresente, porque a Polícia Militar certamente vai cumprir com o seu papel.
Muito obrigado, Sr. Presidente.
O SR. PRESIDENTE (Carlos Manato) - Muito obrigado, Deputado.



APOIO, CONVOCAÇÃO, FORÇAS ARMADAS, SEGURANÇA PÚBLICA, MANIFESTAÇÃO, BRASÍLIA (DF). ELOGIO, ATUAÇÃO, POLÍCIA MILITAR, DISTRITO FEDERAL. CRÍTICA, RODRIGO ROLEMBERG, OMISSÃO, ATUAÇÃO, TUMULTO, MANIFESTAÇÃO POPULAR, BRASÍLIA (DF).
oculta