CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Sessão: 069.4.55.O Hora: 16h4 Fase: OD
  Data: 11/04/2018

Sumário

Críticas ao PT e ao PCdoB pela obstrução das votações da proposta de unificação do sistema de segurança pública.

O SR. DANILO FORTE (PSDB-CE. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, há uma aflição muito grande em toda a sociedade brasileira por causa do crescimento da violência.
No meu Estado, o Ceará, já houve 1.490 homicídios, de 1º de janeiro até ontem. As cidades estão abandonadas. O povo está sofrido. As famílias já não ficam mais na calçada em frente às suas casas. As salas de aula já estão esvaziando. É o que acontece, por exemplo, nas salas de aula do Bairro Curicaca, em Caucaia. No Canindezinho, um coroinha, que era do grupo jovem da Igreja, que frequentava a Igreja, foi assassinado barbaramente.
Para darmos uma resposta a tudo isso, nós precisamos de ações. Este Parlamento tem a obrigação de votar essa matéria. Entristece-nos essa postura de obstrução da Oposição, principalmente do PCdoB e do PT.
O Sistema Único de Segurança Pública é importante, porque dimensiona um novo modelo, a partir da criação do Ministério da Segurança Pública, para fortalecer as ações dos Estados e dos Municípios, a fim de buscar um compartilhamento para que a área de segurança possa ser valorizada, incentivada e estimulada.
Nós não podemos deixar de dar uma resposta. Hoje mesmo, nós já incluímos, na página da Comissão Especial do Código de Processo Penal, um substitutivo para formatar um novo Código de Processo Penal. Estamos tentando cumprir a nossa obrigação. Não podemos deixar a população brasileira alheia, sem resposta, com medo, acovardada, nas praças e nas ruas.
A nossa obrigação como Parlamentar é votar. Se a votação de hoje é a do Sistema Único de Segurança Pública, vamos votar! Vamos encarar! Vamos mudar!


PARTIDO DOS TRABALHADORES (PT), PARTIDO COMUNISTA DO BRASIL (PC DO B), OBSTRUÇÃO PARLAMENTAR, VOTAÇÃO, PL 3734/2012, PROJETO DE LEI ORDINARIA.
oculta