CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Sessão: 026.4.55.O Hora: 15h48 Fase: GE
  Data: 07/03/2018

Sumário

Transcurso do Dia Internacional da Mulher. Saudações às mulheres brasileiras, em especial as do Estado do Ceará. Desigualdades de gênero no País.

O SR. JOSÉ AIRTON CIRILO (PT-CE. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, eu venho a esta tribuna, como representante do povo do Ceará e do País, trazer o meu apoio, a minha solidariedade e os meus parabéns a todas as mulheres guerreiras e batalhadoras do nosso País, em particular as mulheres do meu Estado, Ceará, que têm uma longa história e uma tradição de lutas, são mulheres batalhadoras e que têm lutado em defesa dos direitos do nosso povo, sobretudo dos trabalhadores, das trabalhadoras, das donas de casa.
É em homenagem a essas mulheres que eu quero lembrar a Presidente do Sindicato dos Servidores da minha cidade, Aracati, e levar meu abraço e minha solidariedade a esses trabalhadores e trabalhadoras que têm lutado aguerridamente em defesa dos seus direitos.
Fica aqui, então, meu apoio e minha solidariedade a todos aqueles que têm lutado para garantir seus direitos e, acima de tudo, que têm lutado contra os opressores, contra os ditadores, contra os usurpadores dos direitos do nosso povo. É por isso que eu, que tenho uma história de luta em defesa dos trabalhadores e das trabalhadoras, venho aqui trazer o meu apoio e a minha solidariedade a todas as mulheres.
Quero aqui aproveitar para homenagear também minha esposa, Ilanna, e todas as mulheres do Ceará, a exemplo de Clemilda, que é Primeira-Dama de Pentecoste, da Vice-Prefeita de Jijoca, minha cidade, e de Fátima, Prefeita de Quixelô. Enfim, ao lembrar o nome de todas elas, quero saudar e cumprimentar todas as mulheres guerreiras do nosso País.
Muito obrigado.

PRONUNCIAMENTO ENCAMINHADO PELO ORADOR

Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, v
enho aqui destacar que neste 8 de março comemoramos o Dia Internacional da Mulher, que é uma data marcada pela luta por melhores condições de vida para as mulheres, quando as conquistas econômicas, políticas e sociais das mulheres são celebradas internacionalmente.
Homenageio as mulheres cearenses, ao me referir a minha querida esposa, Ilanna Cirilo, a minha falecida mãe, Dona Santina, minhas filhas Jéssica e Janete, minha sogra, ex-Prefeita de Pentecoste, Ivoneide Moura, a Prefeita de Quixelô, Fátima Gomes, e todas as mulheres Prefeitas e Vereadoras do nosso País.
A ideia de criar o Dia da Mulher surgiu no final do século XIX e início do século XX, nos Estados Unidos e na Europa, no contexto das lutas femininas por melhores condições de vida e trabalho, e por direito a voto. Em 26 de agosto de 1910, durante a Segunda Conferência Internacional das Mulheres Socialistas, em Copenhague, a líder socialista alemã Clara Zetkin propôs a instituição de uma celebração anual das lutas por direitos das mulheres trabalhadoras.
Uma pesquisa divulgada nesta quarta-feira, 7, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE destaca que, apesar de as mulheres brasileiras já alcançarem nível de formação superior ao dos homens, elas ainda são minoria no comando das empresas. Em 2016, apenas 37,8% dos cargos gerenciais no País eram ocupados por elas.
De acordo com o levantamento, feito com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios - PNAD, a presença feminina em cargos de gerência diminuiu nos últimos anos. Em 2011, elas respondiam por 39,5% destes cargos, ou seja, houve uma queda de 1,7 pontos percentuais em 5 anos.
É importante que cada vez mais nós disseminemos a ideia de igualdade de fato e destaquemos que o feminismo não tem nada a ver com colocar a mulher à frente dos homens, ao contrário, é uma luta para que mulheres e homens tenham os mesmos direitos e oportunidades.
Não podemos permitir nenhum tipo de retrocesso, por isso, não só hoje, não só em março, mas todos os dias devemos tratar as mulheres com prioridade.
Mais do que nunca, a mulher tem consciência dos seus direitos e da sua liberdade. Ela tem cada vez mais saído do papel de submissão. Muitas vezes, é a base financeira da família e sabe com clareza que o seu "trabalho" de mãe, profissional, mulher e esposa continua sendo intenso e árduo, mas também vivido com prazer.
Deixo meu carinho e minha admiração a você, minha amiga, e a todas as mulheres guerreiras, profissionais, assessoras, mães, esposas.
Que Deus abençoe cada uma de vocês!
Muito obrigado.



DIA INTERNACIONAL DA MULHER, CONGRATULAÇÃO, MULHER, CEARÁ. DESIGUALDADE GÊNERO, MERCADO DE TRABALHO.
oculta