XIV Seminário LGBT do Congresso Nacional - Transição Cidadã: Nossas Vidas Importam

Imagem do evento

A Câmara dos Deputados realiza no dia 13 de junho, às 9 horas, o XIV Seminário LGBT do Congresso Nacional, que este ano traz o tema “Cidadania TRANS – Nossas vidas importam”. A iniciativa está sendo organizada pela Liderança do PSol, em parceria com 6 Comissões da Casa e o Senado Federal.

Realizado anualmente, o Seminário LGBT do Congresso Nacional discute Identidade de gênero, LGBTfobia, difamação nas redes sociais e ações para deter o preconceito. Depois de discutir o ódio como “emoção política”, em 2015, o evento trouxe para o Parlamento, em 2016, novo enfoque para discutir os preconceitos e a intolerância com as diferenças. Em 2017, o evento debaterá a importância de cada vida humana, mas especialmente daquelas sobre as quais pesam o preconceito, a violência, a negação da sociedade em quase todos os campos, incluindo o mercado de trabalho e o acesso à educação.

Como em todos os anos, o seminário é aberto ao público e acontece das 9h às 18h no Auditório Nereu Ramos, no dia 13 de junho (terça-feira), no Anexo 2 da Câmara dos Deputados, em Brasília (DF).

Inscrições encerradas

PROGRAMAÇÃO

Entre os convidados do seminário, lideranças de entidades de defesa pelos direitos de pessoas transexuais e travestis, e também de gays, lésbicas e bissexuais, como o Instituto Brasileiro de Transmasculinidade (Ibrat), a Forum Nacional de Travestis e Transexuais Negras e Negros (Fonatrans), Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra), Fórum Nacional de Educação, Associação Brasileira de Famílias Homoafetivas (ABRAFH), Rede Afro LGBT, além do Conselho Federal de Psicologia e Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).


O seminário terá como atividade cultural uma exposição de arte produzida por e sobre pessoas trans. A arte é o meio catalisador que reúne as expressões e representações mais visíveis do universo gay, lésbico, transexual e de indivíduos que não se enquadram nos padrões da nossa sociedade.


A exposição “É tudo nosso” é um pequeno recorte da produção de artistas do Distrito Federal e de outros estados que com seus trabalhos chamam atenção para os direitos básicos que são negados às minorias. A mostra, que tem curadoria de Clauder Diniz, transita entre o erotismo, a denúncia, o ativismo, o afeto e a poesia, e poderá ser vista na Casa da Cultura da América Latina, em Brasilia, entre os dias 13 e 28 de junho.


São 18 artistas, como Christus Nóbrega, Alair Gomes, António Obá, Odinaldo Costa, João Henrique, Léo Tavares e Rosa Luz, com trabalhos em fotografia, vídeo-performance, pinturas, arte eletrônica e desenho.


Toda a sociedade é convidada a participar deste momento de luta pela plena inclusão da população LGBT na comunidade de direitos, independentemente de orientação sexual e identidade de gênero. 

PSOL/PSOL/LID/POLIT
 3215-9835 / 3215.9978

Programação

13/06/2017 09:00 às 19:00 - Auditório Nereu Ramos

  • 09:00 - Mesa Solene de Abertura

    Mestre de Cerimônias: Rosa Luz

    Composição da Mesa:
    • Presidentes das Comissões
    • Parlamentares Requerentes do Seminário
    • Lideranças Sociais LGBT
    • Ângela Pires Terto - Campanha Livres & Iguais - ONU Brasil

    9h15 - Apresentação do Hino Nacional: Valeria Houston
    • Saudação dos parlamentares e lideranças que compõem a mesa de abertura;

    11h: Transição cidadã em tempos de crise

    Crises econômica, institucional, ambiental; transformações na política, recrudescimento do conservadorismo em nível mundial; terceirização, ameaças aos direitos trabalhistas, reformas constitucionais; desmonte do Estado de proteção social e os impactos na cidadania LGBT.

    - Andrey Lemos - Mediador
    União Nacional LGBT - UNALGBT
    - Thais Paz
    Coletivo LGBT Sem Terra - MST
    - Marina Reidel
    Coordenação LGBT do Ministério dos Direitos Humanos
    - Dom Maurício
    Bispo da Diocese Anglicana de Brasília
    - Sandra Sposito
    Conselho Federal de Psicologia - CFP

    14h30: Nossas vidas importam!

    Violência LGBTfóbica com enfoque em transfobia, lesbofobia, feminicídio e racismo; violência institucional; crimes de ódio; vulnerabilidade dos corpos LGBT.

    - Marcelo Caetano – Mediador
    Professor na Faculdade de Direito da Universidade de Brasília/UnB.
    - Silvia Cavalleire
    União Nacional LGBT - UNALGBT
    - Evelyn Silva
    Coletivo Coturno de Vênus
    - Eliane Dias
    Rede Nacional de Negras e Negros LGBT - Afro LGBT
    - Valdenízia Peixoto
    Professora do Departamento de Assistência Social da UnB
    - Guilherme Almeida
    Professor da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ)

    17 horas: Vai ter gênero, sim!

    Caminhos para superação da propaganda fundamentalista da “ideologia de gênero” a partir da afirmação da cidadania LGBT; o lugar da escola e da família nesse desafio; propostas de políticas que garantam direito à identidade, à educação, ao trabalho, à saúde, à cultura, à segurança, à representação.

    - Cristal Lopez – Mediadora
    Cantora e ativista LGBT
    - Ludymilla Santiago Dias
    Fórum Nacional de Travestis e Transexuais - FONATRANS
    - Professora Alexya Salvador
    Associação Brasileira de Famílias Homoafetivas - ABRAFH
    - Adriana Sales
    Associação Nacional de Travestis e Transexuais - ANTRA,
    - Representante do Fórum Nacional de Educação
    - Alcemir Freire
    LGBT Socialista - PSB
    - Theo Silveira
    Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT)
    - Jaqueline Gomes
    Conselho Federal de Psicologia